Divulgação/Warner Bros.

Warner suspende estreia de “Batman” na Rússia

Logo após a Disney anunciar a suspensão de novos lançamentos nos cinemas da Rússia, em protesto contra a invasão da Ucrânia, a Warner anunciou oficialmente que não fará mais o lançamento de “Batman” no país. O filme altamente antecipado chegaria à Rússia na quinta-feira (3/3).

“À luz da crise humanitária na Ucrânia, a WarnerMedia está pausando o lançamento de seu longa-metragem “Batman” na Rússia. Continuaremos monitorando a situação à medida que ela evolui. Esperamos uma solução rápida e pacífica para esta tragédia”, disse a Warner por comunicado.

A decisão é política, já que a Rússia não censurou produções americanas durante o conflito com a Ucrânia. Qualquer prejuízo, porém, será compensado com o lançamento de “Batman” na China, onde a Warner conseguiu reservar uma data em 18 de março, ao contrário dos filmes da Marvel que foram barrados no país.

A invasão da Ucrânia atraiu condenação universal dos EUA e da União Europeia, enquanto o Brasil buscou manter uma posição “neutra”, com elogios a Putin por parte de Bolsonaro, que também tem criticado o país atacado em declarações polêmicas.

Europa e EUA estão a frente de um boicote internacional à economia russa. Além disso, a Academia Ucraniana de Cinema fez apelos para não esquecerem de boicotar a Cultura e principalmente o cinema russo.