Divulgação/Netflix

Jane Campion vence o prêmio do Sindicato dos Diretores dos EUA

O Sindicato dos Diretores dos EUA (DGA, na sigla em inglês) consagrou a cineasta Jane Campion com seu prêmio anual, DGA Awards, em cerimônia realizada em Los Angeles na noite de sábado (12/3). Ela superou Steven Spielberg (“Amor, Sublime Amor”), Paul Thomas Anderson (“Licorice Pizza”), Kenneth Branagh (“Belfast”) e Denis Villeneuve (“Duna”) com seu trabalho em “Ataque dos Cães”.

Quem entregou o troféu em suas mãos foi Chloé Zhao, que venceu este mesmo prêmio no ano passado por “Nomadland”, antes de faturar o Oscar de Melhor Direção – e de Melhor Filme também .

“Estou tão orgulhosa de você”, disse Campion a Zhao, que foi a primeira mulher não branca a ganhar o Oscar da categoria. “Sou muito orgulhosa dessa mulher. Ela fez história e tornou tudo melhor. Eu estava tão orgulhosa dela no ano passado, e aquela vitória está fazendo tanta diferença. É por isso que estou aqui também. Estou aqui porque me importo com as mulheres que têm voz também. Estou muita animado com a próxima geração de cineastas. Maggie Gyllenhaal fez um filme [‘A Filha Perdida’] tão lindo. De ponta, adoro”, continuou em seu discurso.

Com sua vitória no DGA, Campion se tornou favorita ao Oscar. Desde 1948, apenas oito vezes o resultado do prêmio do Sindicato foi diferente do nome no envelope da premiação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Além da diretora neozelandesa, o DGA Awards destacou Maggie Gyllenhaal com o troféu de Melhor Filme de Estreia. Ela também trocou elogios com a colega, ao afirmar que “O Piano”, dirigido por Campion em 1993, “mudou minha vida”. Por este filme, Campion se tornou a primeira mulher indicada ao Oscar de Melhor Direção – ela acabou vencendo a estatueta de Melhor Roteiro Original.

Tanto “Ataque dos Cães” quanto “A Filha Perdida” são produções da Netflix.

O DGA Awards ainda homenageou Spike Lee com um troféu pela carreira e reconheceu os melhores diretores de séries, premiando o cineasta Barry Jenkins (“The Underground Railroad”), Lucia Aniello (“Hacks”) e Mark Mylod (“Succession”). Confira abaixo os principais vencedores.

MELHOR DIREÇÃO DE CINEMA
Jane Campion por “Ataque dos Cães”

MELHOR ESTREIA NA DIREÇÃO
Maggie Gyllenhaal por “A Filha Perdida”

MELHOR DIREÇÃO EM DOCUMENTÁRIO
Stanley Nelson por “Attica”

MELHOR DIREÇÃO EM SÉRIE DRAMÁTICA
Mark Mylod, por “Succession” (episódio “All the Bells Say”)

MELHOR DIREÇÃO EM SÉRIE CÔMICA
Lucia Aniello, por “Hacks” (episódio “There is no Line”)

MELHOR DIREÇÃO EM TELEFILME OU MINISSÉRIE
Barry Jenkins, por “The Underground Railroad”

MELHOR DIREÇÃO EM PROGRAMA INFANTIL
Smriti Mundhra por “Through Our Eyes” (episódio “Shelter”)

PRÊMIO PELA CARREIRA
Spike Lee