Instagram/Volodymyr Zelensky

Academia barrou participação do presidente da Ucrânia no Oscar 2022

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA barrou uma tentativa de mostrar o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, na cerimônia do Oscar 2022. A ideia de contar com a participação do político, que também é ator, foi da comediante Amy Schumer, uma das apresentadoras da premiação – ao lado de Regina Hall e Wanda Sykes.

“Eu trouxe uma proposta… Queria que Zelensky aparecesse via satélite, ou mesmo num vídeo gravado, porque muita gente assiste ao Oscar”, ela contou durante participação no programa de entrevistas de Drew Barrymore.

Schumer acreditava que seria uma grande oportunidade de ajudar a Ucrânia, que atualmente enfrenta uma invasão militar russa, mas a proposta foi rejeitada. “Eu não tenho medo de ser política, mas não sou a produtora da cerimônia”, acrescentou.

Ela ainda explicou que “existe uma pressão” dentro da Academia para manter o tom do Oscar 2022 mais leve. “Eles pensam: ‘Somos como as férias dessas pessoas, eles querem esquecer tudo e aproveitar a noite’. E eu entendo, mas sabe… Muitas pessoas estão assistindo o Oscar. É uma oportunidade incrível de pelo menos comentar sobre alguns assuntos”, completou.

A premiação do Oscar 2022 vai acontecer no próximo domingo (27/3) no Teatro Dolby, em Los Angeles, com transmissão ao vivo para o Brasil pela plataforma Globoplay e o canal pago TNT.