Divulgação/GM

Anúncios do Super Bowl trazem Zendaya, Schwarzenegger, Scarlett Johansson e Dr. Evil

Espaço mais nobre e caro da TV dos EUA, a final do campeonato americano de futebol deste ano gerou US$ 434,5 milhões em receita de comercialização de anúncios para a rede NBC e reuniu um elenco digno de blockbuster, com participações de Arnold Schwarzenegger, Scarlett Johansson e o marido Colin Just, Zendaya, Kevin Hart, Anna Kendrick, Larry David, Lindsay Lohan, os dois amigos Paul Rudd e Seth Rogen, os colegas de “Scrubs” Zach Braff e Donald Faison, e até uma parceria inusitada entre a boneca Barbie e He-Man num comercial de financiamento de imóveis, entre muitos mais.

Um único comercial do Super Bowl juntou nada menos que Eugene Levy, Catherine O’Hara, Brie Larson, Danai Gurira e Dave Bautista, sob a direção de Craig Gillespie (“Cruella”). Outro, reuniu o elenco clássico de “Austin Powers” (1997) para trazer de volta o supervilão Dr. Evil (Mike Myers) e seus associados.

Não foi o único resgate cultural da noite de domingo (13/2). Uma propaganda de carro elétrico ainda recriou a abertura da série “Família Soprano” (The Sopranos).

E também houve casos em que astros foram apenas ouvidos, como Gal Gadot num anúncio de assistente eletrônico, ou ficaram atrás das câmeras, como a vencedora do Oscar Chloe Zhao (por “Nomadland”), que assinou um comercial de cerveja centrado na amizade entre um cachorro e um cavalo num rancho.

Muitos anúncios ainda destacaram efeitos visuais. As reminiscências dos velhos amigos Paul Rudd e Seth Rogen chamaram atenção por incluir fantasmas dignos dos melhores filmes de terror. E em dois dos anúncios mais criativos, os astros de Hollywood foram trocados por animais (realistas e de pelúcia) criados por computação gráfica. Por sinal, o comercial dos bichos animatrônicos evoca os momentos mais emocionantes da franquia “Toy Story”.

Confira abaixo os 20 anúncios que mais se destacaram no intervalo do Super Bowl de 2022.