Divulgação/HBO Max

A Idade Dourada: HBO Max renova nova série do criador de “Downton Abbey”

A HBO Max anunciou a renovação da série “A Idade Dourada” (“The Gilded Age”) para sua 2ª temporada.

“Julian Fellowes e toda a família de ‘A Idade Dourada’ nos cativaram completamente com sua história da extravagância da cidade de Nova York no final do século 19. Juntamente com nossos parceiros da Universal Television, não poderíamos estar mais orgulhosos de embarcar na jornada da 2ª temporada com essa equipe extraordinariamente talentosa”, disse Francesca Orsi, vice-presidente executiva de programação da HBO Max, ao anunciar a renovação.

“A 1ª temporada de ‘A Idade Dourada’ é o início de uma história épica que introduziu um mundo fascinante cheio de personagens intrigantes. O alcance da visão de Julian é ambicioso e estamos entusiasmados em continuar a explorar as profundezas desta era fascinante com a HBO”, acrescentou a presidente da Universal Television, Erin Underhill.

A nova série criada por Julian Fellowes, responsável pelo fenômeno britânico “Downton Abbey” (2010-2015), é um drama de época que trata de conflitos de classe. Mas em vez de aristocratas e seus funcionários, a disputa se dá entre famílias tradicionais e novos ricos. O título da atração remete a um termo cunhado pelo escritor Mark Twain (1835-1910) para caracterizar uma época na qual a alta sociedade dos EUA, apesar da aparência de riqueza, vivia entre falências, corrupção e escândalos. “The Gilded Age” não seria uma era de ouro (golden age), mas um período que tentava se passar por dourado.

O enredo gira em torno de Marian Brook (Louisa Jacobson), jovem herdeira de uma família conservadora, que chega sem um centavo em Nova York e é abrigada pela tia “rica”, a aristocrata Agnes van Rhijn (Christine Baranski), que não aceita as mudanças da época, apesar da decadência financeira de sua família. Enquanto isso, a família pouco sofisticada de seu novo vizinho, o barão da indústria ferroviária George Russell (Morgan Spector, de “Homeland”), mostra-se cada vez mais rica e influente.

A guerra de classes em espartilhos é valorizada por uma cenografia e figurinos deslumbrantes, que surpreendem com sua opulência e pela recriação da Nova York do começo do século 20.

Veja abaixo o trailer da temporada inaugural.