Divulgação/Netflix

Sindicato dos Roteiristas revela filmes indicados a seu prêmio

O Sindicato dos Roteiristas dos EUA (WGA, na sigla em inglês) anunciou os indicados às categorias cinematográficas de sua premiação anual.

A lista reforça a consideração de Hollywood por “Não Olhe Para Cima”, um filme muito melhor que a avaliação blasé da crítica americana (55% no Rotten Tomatoes), ao mesmo tempo em que perpetua a superestimação de Aaron Sorkin, indicado por “Apresentando os Ricardos” (68%).

Por outro lado, ficaram de fora da disputa as cineastas Jane Campion, por “Ataque dos Cães”, Rebecca Hall por “Identidade”, e Maggie Gyllenhaal, por “A Filha Perdida”. Os três trabalhos são produções da Netflix que foram consideradas inelegíveis. Apesar disso, Gyllenhaal venceu o troféu de Melhor Roteiro no Festival de Veneza.

Os indicados dos sindicatos geralmente são os mesmos artistas e filmes que acabam figurando no Oscar, mas alguns dos “inelegíveis” do WGA podem aparecer na relação de Melhor Roteiro Adaptado da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, devido à diferença de regras.

Anteriormente, o WGA já tinha revelado sua seleção de nomeados por produções televisivas, destacando séries estreantes.

O anúncio dos vencedores acontecerá numa cerimônia marcada para 20 de março em Los Angeles.

Confira abaixo a lista dos indicados nas categorias cinematográficas do WGA Awards 2022.

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Aaron Sorkin (“Apresentando os Ricardos”)
Adam McKay (“Não Olhe Para Cima”)
Paul Thomas Anderson (“Licorice Pizza”)
Wes Anderson (“A Crônica Francesa”)
Zach Baylin (“King Richard – Criando Campeãs”)

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Guillermo del Toro e Kim Morgan (“O Beco do Pesadelo”)
Jon Spaihts, Denis Villeneuve e Eric Roth (“Duna”)
Siân Heder (“No Ritmo do Coração”)
Steven Levenson (“Tick, Tick… Boom!”)
Tony Kushner (“Amor, Sublime Amor”)

MELHOR ROTEIRO DE DOCUMENTÁRIO
Mark Monroe e Pax Wasserman (“Becoming Cousteau”)
Marc Shaffer (“Exposing Muybridge”)
Suzanne Joe Kai (“Like a Rolling Stone: The Life & Times of Ben Fong-Torres”)