Divulgação/Apple TV+

“Servant” é renovada para 4ª e última temporada

Um dia após lançar o trailer da 3ª temporada, a Apple revelou que “Servant” foi renovada para seu quarto ano de produção, que deverá encerrar a trama.

Criada por Tony Basgallop, autor da série inglesa “Hotel Babylon” e roteirista de “24 Horas: Viva Um Novo Dia”, a série conta com produção e direção do cineasta M. Night Shyamalan (“Tempo”), que foi ao Twitter comemorar a renovação.

“Fico feliz em anunciar que ‘Servant’ recebeu luz verde para sua 4ª e última temporada. Eu defini a meta de contar uma história em 40 episódios sabendo que não havia garantia de que conseguiríamos. Foi um risco enorme. Obrigado, Apple TV+, elenco, equipe e fãs de ‘Servant’”, escreveu Shyamalan na rede social.

A Apple confirmou em seu próprio comunicado. “Desde o primeiro episódio de ‘Servant’, o público adorou embarcar neste passeio emocionante, atraído pelo universo cinematográfico, inquietante e cheio de reviravoltas que M. Night Shyamalan criou”, disse o chefe de programação da Apple TV+, Matt Cherniss, sobre a renovação.

A série gira em torno de uma babá (Nell Tiger Free, de “Game of Thrones”), originalmente contratada para cuidar de uma criança recém-nascida. O detalhe é que o bebê morreu no parto e a família o substituiu por um boneco. Para espanto do pai, a babá achou tudo normal e até compactua com a situação, concebida para contornar um surto da mãe, que não suportou a perda da criança. Mas quando ela some com o boneco, o arranjo conduz ao caos. Desde então, a história passou por uma reviravolta atrás da outra, inclusive com a chegada de um bebê de verdade e a descoberta que a babá não era a vilã da história.

O elenco também destaca Toby Kebbell (o Messala de “Ben-Hur”) e Lauren Ambrose (“A Sete Palmos”, “Arquivo X”) como os pais e Rupert Grint (o Ron Weasley de “Harry Potter”) como o tio (irmão da personagem de Ambrose) do bebê.

Além de produzir, Shyamalan também dirige alguns episódios, como, por exemplo, a estreia da 3ª temporada, que chega em 21 de janeiro na plataforma de streaming da Apple.