Divulgação/20th Century Fox

Robert Rodriguez diz que seu próximo projeto é sequência de “Alita: Anjo de Combate”

O projeto de continuação de “Alita: Anjo de Combate” ainda não foi abandonado pelos criadores do filme original, que fracassou nas bilheterias em 2019.

O diretor Robert Rodriguez contou ter planos de trabalhar na sequência após encerrar a produção de “O Livro de Boba Fett”, série que estreia em 29 de dezembro na Disney+.

A revelação foi feita numa reportagem sobre “O Livro de Boba Fett”, publicada na revista The Hollywood Reporter.

“Jim [James Cameron, produtor] e eu conversamos sobre isso recentemente, e sim, estamos muito interessados em fazer a continuação. Eu disse a ele: ‘Me deixe entregar Boba Fett, e daí vamos trabalhar em uma trama'”, comentou Rodriguez na entrevista.

Embora não tenha sido um grande sucesso de bilheteria, seus US$ 404 milhões de bilheteria mundial não foram desprezíveis. Além disso, o filme foi redescoberto ao sair em streaming, liderando por várias semanas os rankings dos títulos mais vistos, o que acendeu esperanças de uma continuação.

“Alita: Anjo de Combate” adaptou o cultuado mangá criado por Yukito Kishiro em 1990 sobre uma ciborgue do século 26 chamada Alita (Rosa Salazar), que é encontrada em um ferro-velho por um cientista (Christoph Waltz). Sem memórias, ela demonstra uma habilidade letal para as artes marciais e tenta ser aceita entre os humanos, enquanto é perseguida por conta de seu passado.

A adaptação foi escrita pelo cineasta James Cameron (“Avatar”), que também assinou a produção e tinha planos para dirigir o filme, mas perdeu o ímpeto ao mergulhar na megalomania das sequências de “Avatar”. Assim, o longa passou para as mãos de Robert Rodriguez.

O filme foi elogiadíssimo por seus efeitos visuais, considerados “uma maravilha da computação gráfica” e um “marco da sci-fi”, mas as críticas acabaram sendo menos lisonjeiras em relação à trama, porque o filme não conclui inteiramente sua história, deixando a porta aberta para uma continuação, que os fãs ainda esperam ver.