Divulgação/Sony Pictures

“Homem-Aranha: Sem Volta para Casa” vira maior bilheteria da Sony em todos os tempos

“Homem-Aranha: Sem Volta para Casa” atingiu US$ 1,16 bilhão de bilheteria mundial nesta quarta (29/12), virando oficialmente o filme de maior bilheteria da Sony em todos os tempos.

O antigo campeão de vendas de ingressos do estúdio era o filme anterior da franquia, “Homem-Aranha: Longe de Casa”, que arrecadou US$ 1,13 bilhão em 2019.

Mas este não foi o único recorde quebrado pala coprodução da Sony e da Disney/Marvel neste meio de semana.

O longa chegou a US$ 644,9 milhões no mercado internacional, tornando-se a maior bilheteria de Hollywood fora dos EUA desde o começo da pandemia. O recorde pertencia a “007 – Sem Tempo para Morrer”, que faturou US$ 613,2 milhões no exterior.

Outro recorde foi atingido no mercado doméstico. “Homem-Aranha: Sem Volta para Casa” foi o primeiro filme a faturar mais de US$ 500 milhões nos EUA e Canadá desde 2019.

Tem mais: seus US$ 516,4 milhões contabilizados em 12 dias já superaram a arrecadação norte-americana completa do último grande blockbuster de 2019, “Star Wars: A Ascensão Skywalker”, que faturou ao todo US$ 515,2 milhões na América do Norte.

Vale destacar ainda que, com seu faturamento total, “Homem-Aranha: Sem Volta para Casa” se consolidou como a maior bilheteria mundial do ano, superando concorrentes chineses que estavam deixando as produções hollywoodianas em minoria no topo do ranking global. Agora, os chineses “The Battle at Lake Changjin” e “Hi Mom” completam o Top 3 em 2º e 3º lugares, respectivamente com US$ 902,5 milhões e US$ 822 milhões.

O detalhe é que até agora não há previsão de estreia do blockbuster na China. Mas o país exibiu os primeiros filmes do Homem-Aranha estrelados por Tom Holland. De fato, o mercado chinês ajudou a Sony a bater seu recorde de bilheteria na época, contribuindo com US$ 200 milhões do montante de “Homem-Aranha: Longe de Casa”. Desde então, o governo chinês vem evitando exibir produções da Marvel.