Divulgação/Netflix

Gravações de “The Crown” são suspensas pela variante Omicron

As gravações da 5ª temporada de “The Crown” tiveram que ser interrompidas mais cedo, devido à pandemia. A produção suspendeu os trabalhos nesta semana após integrantes da equipe serem diagnosticados com a variante Omicron, antecipando o recesso de fim de ano e sem ter uma data definida para o retorno.

Em comunicado, a Netflix explicou que houve “alguns diagnósticos positivos na equipe” e que a decisão de antecipar a pausa de Natal e Ano Novo garantiria “a segurança de todos”, além de permitir “que todos na produção possam aproveitar o final de ano em segurança com suas famílias”.

A 5ª temporada da série sobre a monarquia britânica contemporânea vai narrar o fim do casamento entre Charles e a princesa Diana, após rumores de infidelidade do príncipe com a ex-amante, Camilla Parker-Bowles.

Nos novos capítulos, o ex-casal será interpretado por Elizabeth Debicki, estrela de “Tenet”, e Dominic West, que por coincidência estrelou anteriormente a série “The Affair”, também sobre traição conjugal e separação, e na vida real se envolveu num caso de infidelidade que movimentou os tabloides britânicos no ano passado.

Além de West e Debicki, a 5ª temporada vai apresentar um elenco totalmente inédito, trazendo Imelda Staunton (“Harry Potter e a Ordem da Fênix”) no papel da rainha Elizabeth II, Lesley Manville (indicada ao Oscar por “Trama Fantasma”) como a princesa Margaret e Jonathan Pryce (“Dois Papas”) na pele do príncipe Philip.

Será a terceira mudança completa de intérpretes desde o começo da série, para refletir o envelhecimento dos personagens, conforme a trama avança no tempo.

A série encontra-se renovada para a 6ª e última temporada.