Divulgação/20th Century Fox

Epidemia de gripe atrasa gravações de série carioca do diretor de “Rio”

A epidemia de gripe e as chuvas constantes no Rio de Janeiro estariam atrapalhando as gravações de “How to Be a Carioca”, série de Carlos Saldanha, diretor das animações “A Era do Gelo”, “Rio” e “Ferdidando”.

Segundo a coluna de Patricia Kogut em O Globo, muita gente da equipe teve o vírus. Com isso, foi preciso alterar roteiros, o que resultou particularmente complicado porque há muitos atores estrangeiros no elenco.

Desenvolvida para a plataforma Star+, a série vai mostrar, em cada episódio, um gringo sendo ajudado por um carioca.

A trama é baseada no livro homônimo da americana Priscilla Goslin. Lançado em 1992, “How To Be a Carioca” descreve, de maneira cômica, hábitos e manias dos cariocas — como aquela balançada vigorosa do cabelo, jogando-o para a frente e para trás, quando as mulheres saem do mar.

O elenco conta com a participação de Seu Jorge (“Marighella”) e a série já teria uma 2ª temporada acertada.

“How to Be a Carioca” é a segunda série desenvolvida por Carlos Saldanha, responsável também por “Cidades Invisíveis” na Netflix.