Divulgação/Miramax

Quentin Tarantino revela planos de “Kill Bill – Volume 3”

Apesar de declarar aos quatro ventos que pretende fazer só mais um filme para encerrar a carreira, Quentin Tarantino também, vira e mexe, explora a possibilidade de realizar uma sequência de “Kill Bill”. No passado, ele chegou a dizer que o “Volume 3” não contaria como último filme, porque seria uma expansão.

Agora, ele deu detalhes do projeto. Em entrevista ao podcast “The Joe Rogan Experience”, o diretor de 58 anos compartilhou seus planos para a continuação de “Kill Bill”.

A ideia “é revisitar os personagens 20 anos depois, imaginar a Noiva e sua filha tendo 20 anos de paz. E então essa paz é destruída”, contou Tarantino, que também adiantou os planos de escalar Uma Thurman e sua filha, Maya Hawke, no elenco. “Seria empolgante para c*ralho!”, declarou.

Vale lembrar que Tarantino já escalou Maya Hawke em seu último filme, “Era uma vez… em Hollywood”.

Como o diretor tem dito desde o lançamento de “Kill Bill – Volume 2″, a continuação mostraria a filha de Vernita Green (Vivica A. Fox) tentando se vingar da Noiva por ter matado a mãe dela. Só que ela não seria a única em busca de vingança. Em 2004, ele explicou: “Eu já tenho toda a mitologia: Sofie Fatale [Julie Dreyfus] receberá a herança de Bill. Ela criará Nikki, que irá atrás da Noiva. Nikki merece sua vingança tanto quanto a Noiva mereceu a dela”.

Mas agora ele acrescentou outros personagens na trama de vingança.

“Sabe, Elle Driver [personagem de Daryl Hannah] ainda está por aí. Sofie Fatale [Julie Dreyfus] teve seu braço cortado, mas ainda está viva. Todas elas receberam dinheiro da herança de Bill. E, inclusive, Gogo [Chiaki Kuriyama] tinha uma irmã gêmea que podia aparecer”, apontou o cineasta, bastante animado, na nova entrevista.

“Kill Bill – Volume 1” completa 20 anos em 2023.