Instagram/Paulo Gustavo

Paulo Gustavo planejava viver o Fofão da Augusta no cinema

O jornalista Chico Felliti revelou, no podcast “Isso Está Acontecendo”, que Paulo Gustavo viveria o Fofão da Augusta nos cinemas. O projeto acabou não acontecendo por conta da pandemia, que vitimou o comediante e outros 520 mil brasileiros.

Fofão da Augusta foi como ficou conhecido Ricardo Correa da Silva, que terminou como morador de rua na tradicional rua de São Paulo. A cinebiografia adaptaria o livro “Ricardo & Vânia”, do próprio Felitti.

O jornalista contou como soube que Paulo Gustavo planejava viver o personagem na versão cinematográfica de seu livro.

“No finalzinho de 2019, meu telefone tocou. E do outro lado vinha uma notícia: ‘A gente talvez já tenha um protagonista para ‘Ricardo & Vânia’. A pergunta que fizeram no telefone era: ‘O que você acha do Paulo Gustavo ser o Ricardo?’. E eu gelei. Ele queria interpretar o Ricardo no cinema, tinha lido o livro e queria ser o personagem de um filme que não era uma comédia”, lembra Felitti.

Em seguida, ele afirma ter relaxado, porque viu que Paulo Gustavo queria o desafio. “Se aquele homem, que tinha chegado ao posto de maior humorista do Brasil, queria fazer o filme, ele tinha que fazer o filme”, concluiu o jornalista.

Infelizmente, Paulo Gustavo morreu antes de levar adiante este e outros projetos, tornando-se uma das vítimas da covid-19 no Brasil. Além de projetos inacabados, o ator deixou dois filhos e o marido, Thales Bretas.