Instagram/Miranda Cosgrove

Nova atriz de “iCarly” sofre ataque racista nas redes sociais

O revelação do elenco completo e as primeiras imagens do revival de “iCarly” na Paramount+ renderam um efeito inesperado nas redes sociais, com ataques racistas contra a atriz Laci Mosley. Ela interpretará a nova melhor amiga da protagonista, ocupando a vaga da personagem Sam Puckett, vivida por Jennette McCurdy na produção original.

Supostos fãs da série xingaram Mosley de um palavrão racista por “roubar” o lugar de McCurdy, que se recusou a voltar, disse que não atua mais e ainda tinha vergonha de “iCarly”.

Os produtores e elenco da atração tentaram chamar atenção sobre o que estava acontecendo no Twitter.

“Recentemente, vimos relatos de racismo contra membros de nosso elenco e isso não é aceitável. Então, por favor, pense em suas palavras e dedique seu tempo para entender como o que você diz pode impactar outras pessoas”, postou Miranda Cosgrove, a própria iCarly.

“Nunca mais quero ouvir a frase ‘os fãs de iCarly são racistas’. Eu preciso que os verdadeiros fãs se manifestem e superem o ódio”, acrescentou Jerry Trainor, o Spencer.

“‘iCarly’ é um programa alegre e inclusivo feito para promover a gentileza (e algumas pegadinhas ocasionais). Ideologias de supremacia branca e assédio não têm lugar em nossa série ou nos discursos em torno dela. Se esse for o seu modo de comunicação preferido, sugerimos que você procure outra coisa para ver”, disse, de forma dura, a produtora Ali Schouten.

A situação se tornou tão séria que levou à publicação de um post oficial, no perfil de “iCarly”, em defesa da atriz. “Nós apoiamos todo nosso elenco e equipe e nos posicionamos contra todos os ataques de ódio e racismo”, diz o texto no Instagram, também reproduzido pelos integrantes da atração.

A própria Mosley se pronunciou em diversos stories em seu perfil, dizendo-se triste pelos ataques.

“Adoro ser negra. Eu odeio como os afrodescendentes são tratados neste planeta. Assumi o papel em ‘iCarly’ porque a sala de roteiristas é diversa (Franchesca Ramsey, você é um sonho). Nossa showrunner Ali Schouten é incrivelmente gentil e atenciosa, o elenco é talentoso e eles são algumas das melhores pessoas que eu já conheci. Fiquei surpreso quando a celebração de todo o nosso trabalho árduo foi ofuscada pelo maior racismo que já experimentei num período de 72 horas. Eu me sinto ridícula por estar tão chateada porque estive neste corpinho marrom minha vida inteira e o racismo não é novo, mas ainda dói. Não vou “substituir Sam”. Nunca a conheci, mas sei que ela é extremamente talentosa e espero que ela não aprove esse comportamento. O racismo mata. Não posso implorar que me ame ou a si mesmo o suficiente para ser bom para as pessoas, mas posso bloqueá-lo e proteger minha paz. Agradeço aos meus amigos e familiares que me procuraram para saber como estou. Eu realmente agradeço a todos vocês. O preto é lindo e nenhuma quantidade de calúnias raciais e hostilidade que você joga na internet vai mudar isso”, ela desabafou.

Originalmente exibida entre 2007 e 2012, “iCarly” acompanhava uma estudante do ensino médio (Cosgrove) que apresentava um webcast ao lado de seus amigos. Por conta de seu tema, a atração se tornou conhecida por incorporar diversas referências da cultura pop, o que a tornou um dos maiores sucessos do canal pago infantil Nickelodeon.

A série fez tanto sucesso que ganhou um spin-off, “Sam & Cat”, que terminou após uma única temporada vitaminada (de 35 episódios), supostamente por brigas de bastidores entre suas protagonistas Jennette McCurdy (a Sam de “iCarly”) e ninguém menos que Ariana Grande (a Cat de “Brilhante Victoria”).

A volta de “iCarly” vai mostrar o que aconteceu com o Carly e seus amigos, incluindo Spencer (Jerry Trainor) e Freddie (Nathan Kress), ao iniciarem a vida adulta. Laci Mosley (de “Florida Girls”) e Jaidyn Triplett (“The Affair”) suprem as ausências de Sam e Gibby (Noah Munck). A primeira será a nova colega de quarto e melhor amiga de Carly, enquanto a segunda vai interpretar a enteada de Freddie, descrita como sarcástica e habilidosa com as redes sociais.

Os novos episódios têm roteiro e produção de Jay Kogen (um veterano de “Os Simpsons”) e Ali Schouten (“Feliz Natal e Tal”), e serão exibidos com exclusividade na plataforma Paramount+ (Paramount Plus) a partir do dia 17 de junho.