Divulgação/Netflix

Bridgerton vai ganhar spin-off centrado na Rainha Charlotte

A Netflix anunciou a realização de uma série derivada de “Bridgerton”, antes mesmo de terminar as gravações da 2ª temporada da atração.

A nova produção será uma minissérie focada na Rainha Charlotte, vivida por Golda Rosheuvel em “Bridgerton”. A expectativa é que a trama aborde a polêmica racial em torno da personagem, que foi evidenciada pela decisão da produtora Shonda Rhimes de escalar uma atriz negra como sua intérprete.

De acordo com antigos registros genealógicos, Sophie Charlotte de Mecklenburg-Strelitz (1744-1818), que virou rainha da Inglaterra ao se casar com o rei George 3º (1738-1820), era descendente de uma africana. Apesar disto, este fato só foi apontado pela primeira vez em 1996, no programa “Frontline” da rede pública PBS (a TV Cultura americana), quando o historiador Mario de Valdes y Cocom afirmou ter encontrado fortes indícios de que ela descendia de um ramo negro da Casa Real Portuguesa.

Além de abordar a história da rainha, a série limitada também seguirá outras personagens de “Bridgerton”: a jovem Violet Bridgerton (Ruth Gemmell) e Lady Danbury (Adjoa Andoh).

Shonda Rhimes deve escrever e ser produtora executiva da atração, ao lado da showrunner Betsy Beers e do diretor Tom Verica.

“Muitos espectadores nunca conheceram a história da Rainha Charlotte antes de ‘Bridgerton’ trazê-la ao mundo, e estou emocionado que esta nova série irá expandir ainda mais sua história e o mundo de ‘Bridgerton'”, disse Bela Bajaria, chefe de TV global da Netflix em comunicado.

“Shonda e sua equipe estão construindo cuidadosamente o universo ‘Bridgerton’ para que possam continuar entregando aos fãs a mesma qualidade e estilo que amam. E, ao planejar e preparar todas as próximas temporadas agora, também esperamos manter um ritmo que manterá até os espectadores mais insaciáveis ​​totalmente satisfeitos.”

O anúncio do spin-off acontece um mês depois da Netflix renovar “Bridgerton” até sua 4ª temporada.