blank Instagram/Zsolt Gosztonyi

Cavaleiro da Lua: Foto de Oscar Isaac e Ethan Hawke indica começo das gravações

Os atores Oscar Isaac (“Star Wars: A Ascensão Skywalker”) e Ethan Hawke (“Boyhood”) foram flagrados por um fã em Budapeste, na Hungria, indicando que a série “Moon Knight”, do herói Cavaleiro da Lua, já começou a ser gravada. Zsolt Gosztonyi (DJ Nuklear) encontrou os astros enquanto andava de bicicleta. Ele pediu uma foto com a dupla e postou o registro no Instagram no sábado (10/4).

Os dois serão os antagonistas da produção, que tem como base de gravações a capital da Hungria. Enquanto Isaac viverá o herói do título, Hawke será um vilão que ainda não teve o nome divulgado – embora vários sites americanos especulem que seu personagem seja Raoul Bushman, mercenário que frequentemente enfrenta o Cavaleiro da Lua nos quadrinhos.

Além deles, May Calamawy (“Ramy”) também faz parte do elenco, em outro papel não revelado.

O Cavaleiro da Lua é uma espécie de Batman da Marvel, que usa capuz e capa brancas. Criado em 1975 por Doug Moench como coadjuvante de uma história em quadrinhos do Lobisomem, o personagem apareceu em vários gibis antes de ganhar sua revista própria em 1980.

Originalmente, Marc Spector era um mercenário que se transformou no herói após ser abandonado para morrer durante uma missão no Egito, ocasião em que teve uma visão do deus egípcio da lua. Assim como Batman, ele aparece em público como um milionário e se mostra um mestre dos disfarces, trabalhando também como um taxista comum para obter informações do submundo do crime. Nos últimos anos, virou ainda “Mr. Knight”, um consultor da polícia que se veste de branco e usa uma máscara para resolver crimes incomuns.

A atração está sendo desenvolvida pelo roteirista-produtor Jeremy Slater, que criou as séries “The Exorcist” e “The Umbrella Academy” (também sobre super-heróis, na Netflix). Foi ele quem tirou o projeto do papel, após uma década de desenvolvimento por outros roteiristas.

A equipe também conta com os diretores Mohamed Diab (“Clash”), uma das grandes revelações recentes do cinema egípcio, e Justin Benson e Aaron Moorhead, especialistas em terrores independentes, como os premiados e cultuados “Primavera” (2014) e “O Culto” (2017).