Divulgação/Lightyear Entertainment

Jean-Luc Godard anuncia que vai fazer mais dois filmes e se aposentar

Jean-Luc Godard, diretor emblemático da nouvelle vague, anunciou que vai se aposentar após mais dois filmes.

“Estou finalizando a minha vida no cinema – sim, minha vida de cineasta – com mais dois roteiros. Depois disso, eu direi: ‘Adeus, cinema!'”, contou Godard em entrevista no Festival de Kerala, na Índia.

O cineasta de 90 anos, que não lança filmes desde “Imagem e Palavra”, em 2018, adiantou os títulos dos seus dois últimos trabalhos: “Scenario” (que é a palavra francesa para “roteiro”) e “Funny Wars” (ou “guerras engraçadas”).

Autor de clássicos como “Acossado” (1960), “Viver a Vida” (1962), “O Desprezo” (1963) e “O Demônio das 11 Horas” (1965) e, após um hiato de experimentações marxistas, “Carmen” (1983) e “Eu Vos Saúdo Maria” (1985), Godard radicalizou tanto seu estilo que suas obras mais recentes dividem a crítica.

Muitos acham que “Filme Socialismo” (2010), “Adeus à Linguagem” (2014) e “Imagem e Palavra” (2018) não são realmente produtos de cinema, mas projeções para galerias de arte, indicando que Godard já não faz mais obras cinematográficas há muito tempo.