Instagram/The Academy

Academia proíbe participação por Zoom e traje informal no Oscar 2021

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA informou que não vai permitir que os indicados ao Oscar 2021 participem remotamente da cerimônia pelo aplicativo Zoom.

Em carta aos indicados, os responsáveis pelo evento se justificaram afirmando ter feito “grandes esforços para oferecer uma noite segura e agradável para todos presencialmente”.

“Para aqueles que não podem comparecer devido à agenda ou desconforto contínuo em viajar, queremos que saibam que não haverá uma opção de Zoom para a cerimônia”, diz um trecho da carta endereçada aos membros da entidade.

“Estamos fazendo um grande esforço para proporcionar uma noite segura e agradável para todos vocês presencialmente, assim como para todos os milhões de fãs de cinema ao redor do mundo, e sentimos que a coisa virtual comprometerá esses esforços.”

A exigência de participação presencial na 93ª edição do Oscar — marcada para 25 de abril, em Los Angeles — vai na contramão do Globo de Ouro, Critics’ Choice e Emmy, em que os ganhadores aceitaram seus prêmios via Zoom, respeitando o isolamento social como medida de segurança contra a covid-19. Mas o Grammy, realizado no domingo passado (14/3) em Los Angeles, contou com participação presencial dos vencedores.

“Haverá instruções específicas para aqueles que vão viajar para Los Angeles, e outras instruções para aqueles que já estão baseados em Los Angeles”, diz a carta.

“Isso tudo chegará diretamente para você da Academia para garantir que tenham uma noite segura e despreocupada (um vislumbre do futuro?)”

Além de exigir a presença dos indicados, os organizadores ainda estabeleceram que será necessário traje de gala — outra diferença em relação às premiações por Zoom, em que alguns vencedores apareceram em roupas informais.

O evento acontecerá no Dolby Theatre, tradicional palco da premiação, e na Union Station, principal centro ferroviário de Los Angeles, onde será montada centro de testes de covid-19.

De acordo com o site Deadline, a Academia pretende realizar uma confraternização de 90 minutos, antes da premiação, no pátio da Union Station para os indicados e seus convidados. Este “esquenta” serviria como “tapete vermelho” do Oscar 2021.