Divulgação/Amazon Prime Video

Invincible: Série animada do criador de The Walking Dead ganha trailer ultraviolento

A Amazon Prime Video divulgou o pôster e o trailer legendado de “Invincible”, série animada que adapta os quadrinhos homônimos de Robert Kirkman (o autor de “The Walking Dead”).

A prévia abrange vários momentos distintos da trama, desde os primeiros passos do personagem-título como super-herói até a grande reviravolta, após a descoberta de um segredo que muda a perspectiva da história. Vale reparar que a evolução narrativa é acompanhada por uma mudança radical de tom, refletida pela troca do humor leve dos primeiros minutos por uma ultraviolência pesadíssima – que nos quadrinhos originais é muito pior.

Lançada como “Invencível” no Brasil, a série aborda o universo dos super-heróis com um olhar sombrio, ao acompanhar Mark Grayson, um jovem aparentemente comum, exceto pelo fato de ser filho do super-herói mais poderoso do planeta, Omni-Man. Durante toda a vida, ele acreditou que seu pai era um alienígena benevolente, vindo do espaço para proteger a Terra, e que havia herdado seus poderes para continuar esse legado. Até o dia em que é convidado a se juntar ao pai em sua verdadeira missão: dominar o mundo.

O elenco de dubladores reúne diversos intérpretes “clássicos” de “The Walking Dead”, a começar por Steven Yeun (o Glenn), que dubla o protagonista. Além dele, o elenco também inclui Lauren Cohan (a Maggie), Lennie James (Morgan), Khary Payton (Ezekiel), Ross Marquand (Aaron), Sonequa Martin-Green (Sasha), Michael Cudlitz (Abraham) e Chad Coleman (Tyreese).

A produção também destaca as vozes de JK Simmons (vencedor do Oscar por “Whiplash”) como Omni-Man e Sandra Oh (vencedora do Globo de Ouro por “Grey’s Anatomy” e “Killing Eve”) como a mãe de Mark, sem esquecer de Zazie Beetz (“Deadpool 2”), Walton Goggins (“Tomb Raider”), Mark Hamill (“Star Wars: A Ascensão Skywalker”), Gillian Jacobs (“Community”) e Seth Rogen (“Vizinhos”), entre outros. Um elenco impressionante.

Os quadrinhos de “Invincible” foram publicados por 15 anos, encerrando-se em 2018 com a conclusão da história. Neste meio tempo, sua trama já tinha sido transformado em série animada – pela MTV em 2008 – sem maiores repercussões. Mas isso deve mudar com a nova série.

Desta vez, a adaptação é do próprio Kirkman, com produção de sua empresa Skybound (que também produz “The Walking Dead” e seus derivados).

A estreia está marcada para 26 de março.