Divulgação/Netflix

Netflix oficializa Tom Sturridge como Sandman e Gwendoline Christie como novo Lúcifer

A Netflix divulgou o elenco dos primeiros episódios de “The Sandman”, série que adapta a famosa história em quadrinhos escrita por Neil Gaiman nos anos 1980.

O próprio Gaiman está à frente do projeto, que terá Tom Sturridge (“Longe Deste Insensato Mundo”) como protagonista. O nome do ator londrino já circulava extraoficialmente há meses, por cortesia do site Collider, que adiantou a escalação em setembro do ano passado. Ele vai viver o personagem-título, também conhecido como Morfeu e Sonho (Dream), um dos Perpétuos. Em inglês, todos os Perpétuos tem nomes começados pela letra D – como Death (Morte), Destiny (Destino), Desire (Desejo), etc.

A principal novidade da lista coube à Gwendoline Christie (a Brienne de “Game of Thrones”), que vai interpretar Lúcifer, Rei do Inferno.

O personagem aparece brevemente na trama, mas foi uma participação tão impactante que acabou gerando um spin-off nos quadrinhos – que, por sua vez, deu origem à série “Lucifer”. A escalação de Christie significa que “Sandman” não terá crossover com “Lucifer”, apesar de as duas produções serem exibidas pela Netflix.

Trata-se de uma oportunidade perdida para apresentar a origem da famosa série. Mas também reflete o fato de que “Lucifer” não tem absolutamente nada a ver com a versão do personagem nos quadrinhos.

A escalação de uma mulher para o papel, por sua vez, compartilha uma decisão tomada no filme “Constantine”, quando o anjo Gabriel foi (maravilhosamente) vivido por Tilda Swinton. Aliás, o próprio John Constantine aparece no primeiro volume de “Sandman”, que está sendo adaptado pela Netflix…

De todo modo, Lúcifer tem uma participação pequena na trama de “Sandman”, de um ou no máximo dois episódios.

Os outros atores apresentados pela plataforma seguem a mesma linha. Vão viver personagens que não passam de figurantes/easter eggs na longa história de “Sandman”. A exceção é Vivienne Acheampong (“Convenção das Bruxas”), que será a versão feminina e negra de Lucian, o chefe da livraria dos Sonhos e mais leal seguidor de Sandman, com presença recorrente nos quadrinhos.

Além disso, o pesadelo encarnado por Boyd Holbrook (“Logan”), o Coríntio, destaca-se na trama como antagonista inicial. O detalhe é que o vilão faz parte do Volume 2 da saga. E é nesta altura que surge a irmã favorita do Sonho, a Morte, sugerindo que a personagem deve aparecer ainda na 1ª temporada da série. Sua escalação é uma das mais aguardadas, já que seus desenhos originais foram inspirados pelo visual da cantora Siouxsie Sioux.

O elenco divulgado também traz Sanjeeve Bhaskar (“Yesterday”) e Asim Chaudhry (“People Just Do Nothing”) como Caim e Abel. Embora sejam referências bíblicas, os personagens são parte do universo da DC Comics desde os anos 1950, tendo apresentado antologias de terror – e até encontrado Batman, entre outros heróis. Eles são os anfitriões, respectivamente, das histórias da Casa dos Mistérios e da Mansão dos Segredos.

A lista se completa com Charles Dance (“Game of Thrones”), que viverá o mágico Roderick Burgess, responsável por capturar o Sonho por equívoco no começo do século 20, dando início aos eventos da série.

O próprio Neil Gaiman (“American Gods”) está trabalhando na adaptação com o roteirista Allan Heinberg (do filme da “Mulher-Maravilha”). A produção também inclui David S. Goyer (roteirista de “Batman – O Cavaleiro das Trevas”) como executivo pela Warner Bros. Television.

“Nos últimos 33 anos, os personagens do Sandman respiraram, andaram e falaram na minha cabeça”, disse Gaiman, em comunicado. “Estou incrivelmente feliz que agora, finalmente, eles podem sair da minha cabeça e entrar na realidade. Mal posso esperar para que as pessoas possam ver o que temos visto, conforme Sonho e o resto dos personagens ganham carne e osso de alguns dos melhores atores que existem. Isso é surpreendente, e eu sou muito grato aos atores e a todos os colaboradores de ‘The Sandman’ – Netflix, Warner Bros., DC, a Allan Heinberg e David Goyer, e as legiões de artesãos e gênios na série – por transformar o mais louco de todos os meus sonhos em realidade.”

Com 11 episódios encomendados, a série de “Sandman” será uma das mais caras adaptações da DC Comics já produzidas. Motivo pelo qual a HBO desistiu de sua produção, deixando a Netflix ficar com a joia dos quadrinhos adultos da WarnerMedia.

Ainda não há previsão de estreia.