Divulgação/Marvel

Letitia Wright assume postura anti-vacina, espalha fake news e vira problema para a Marvel

A Marvel tem um grande desafio pela frente, ao confirmar a produção de “Pantera Negra 2” sem o ator que deu vida ao papel-título, Chadwick Boseman, falecido de câncer em agosto passado. Mas Letitia Wright acaba de tornar a situação ainda mais complicada.

Candidata natural a assumir o manto de Pantera Negra na continuação, refletindo o que aconteceu com sua personagem Shuri nos quadrinhos, a atriz adotou postura controversa no Twitter, durante esta sexta-feira (4/12), ao se manifestar contra vacinas em plena pandemia.

Ela postou um link para um vídeo polêmico do YouTube no qual o autointitulado profeta Tomi Arayomi faz um monólogo sem fatos sobre a pandemia de covid-19, questionando se as pessoas deveriam tomar a vacina, com várias afirmações anticientíficas para defender sua posição: “Não entendo de vacinas em termos médicos, mas sempre fui um pouco cético em relação a elas.”

A atriz chegou a discutir com vários usuários no Twitter, observando que não havia nada de errado em questionar a validade de uma vacina. “Se você não se conforma com as opiniões populares, mas faz perguntas e pensa por si mesmo… você é cancelado”, ela chegou a postar, ao lado de um emoji em que aparecia chorando de rir.

Mas até o ator Don Cheadle, astro de “Vingadores: Ultimato”, se manifestou, chamando o vídeo linkado de “lixo” e dizendo que iria contatar a atriz em particular.

Minutos depois, o YouTube apagou o vídeo, considerado fake news. O post da atriz sumiu. E ela escreveu: “Minha intenção não era machucar ninguém, minha ÚNICA intenção de postar o vídeo foi levantar minhas preocupações com o que a vacina contém e o que estamos colocando em nossos corpos”.

Ao flertar com a subcultura do cancelamento, Letitia Wright criou um problema de relações públicas não apenas para si mesma, mas para a Marvel, que talvez precise repensar os planos para sua personagem.