Instagram/Kathryn Newton

Atriz de Freaky viverá versão adolescente da filha do Homem-Formiga

Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, confirmou que Kang, o Conquistador será o vilão da continuação de “Homem-Formiga e a Vespa”. Ele aproveitou o Dia do Investidor da Disney, na noite de quinta (10/12), para anunciar também o título oficial da produção e que Kathryn Newton (estrela de “Freaky – No Corpo de um Assassino”) se juntou ao elenco, interpretando a versão adolescente de Cassie Lang, a filha do Homem-Formiga. Ela vai substituir Emma Fuhrmann, que apareceu brevemente como a personagem em “Vingadores: Ultimato”.

Intitulado, em inglês, “Ant-Man and The Wasp: Quantumania”, o filme voltará a trazer Paul Rudd (Scott Lang, o Homem-Formiga), Evangeline Lilly (Hope van Dyne, a Vespa), Michael Douglas (Dr. Hank Pym) e Michelle Pfeiffer (Janet Van Dyne).

Já Kang será vivido por Jonathan Majors, que estrela a série “Lovecraft Country”.

O vilão é bastante antigo. Criação de Stan Lee e Jack Kirby, Kang estreou na edição de número 8 dos Vingadores, publicada nos EUA em 1964, e sua trajetória se conecta a vários antagonistas clássicos da Marvel, como Doutor Destino, Apocalipse e até o próprio Thanos – cortesia de uma rivalidade com Nebula nos anos 1990 e uma obsessão pelas Jóias do Infinito. Além dos Vingadores, ele já enfrentou praticamente todos os personagens da Marvel, do Quarteto Fantástico ao Homem-Aranha, além de ter tentado se casar com Mantis, dos Guardiões da Galáxia.

Originalmente um intelectual nascido no século 31 – e possível descendente de Reed Richards, o Homem-Elástico – , Kang descobriu como viajar no tempo e tentou governar o Egito, usando sua tecnologia futurista para ser adorado como um deus. Não contente, passou a buscar estabelecer seu domínio por outras eras, encontrando heróis da Marvel em cada uma delas.

Em sua primeira aventura no século 20, ele chegou a raptar a Vespa, mas talvez a história mais interessante de sua fase inicial seja a que envolve impedir a formação dos Vingadores, mudando o passado para que Bruce Banner nunca se transforme no Hulk.

Kang não tem superpoderes, mas seu intelecto avançado, acesso à tecnologia do século 40 e capacidade de viajar no tempo lhe dá grandes vantagens sobre seus oponentes. Além disso, ele sabe tudo o que vai acontecer, por encarar o presente como fatos históricos que, para ele, já aconteceram.

“Ant-Man and The Wasp: Quantumania” voltará a ser dirigido por Peyton Reed, responsável pelos dois filmes anteriores, mas terá um roteirista novo: Jeff Loveness, que escreve a série animada “Rick & Morty”.

A estreia está prevista para 2022.