Instagram/David Rodriguez

David Rodriguez (1970 – 2020)

O diretor David Rodriguez, que comandou episódios de muitas séries atuais de sucesso na TV americana, morreu na quinta (29/10) aos 50 anos, de complicações decorrentes de um derrame.

Diretor, produtor e roteirista de diversos filmes e séries, Rodriguez nasceu e cresceu no Bronx, em Nova York, em 1970, frequentou a Academia Militar de Nova York, serviu no Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos e também trabalhou como agente penitenciário e policial, inclusive cumprindo pena por seu “disfarce” como agente antidrogas infiltrado no sul da Flórida.

Ele decidiu se aventurar na indústria do entretenimento em 2003 para perseguir seu sonho de se tornar diretor, primeiro com curtas e em seguida com longas independentes, escrevendo, produzindo e dirigindo filmes como “Push” (2006), estrelado por Chris Evans, “American Bully” (2009) e “Once Upon a Time in Queens” (2013), com Paul Sorvino.

A partir de 2014, começou a se dedicar a séries. Após fazer um bom trabalho num episódio de “NCIS: Los Angeles”, tornou-se um dos diretores mais visados para comandar produções criminais na TV americana.

No lado da televisão, seus créditos recentes incluem a estreia da última temporada de “Power”, do canal pago Starz, a produção e direção da 1ª temporada de “The Chi”, do Showtime, e o comando da série “Animal Kingdom”, do TNT, além de créditos de direção em “Queen of the South”, “Outsiders”, “Hightown”, “S.W.A.T.” e episódios das franquias de “Chicago”, do produtor Dick Wolf – “Chicago Fire”, “Chicago P.D.” e “Chicago Med”.

Rodriguez também se tornou membro do conselho do Sindicato dos Diretores dos EUA (DGA, na sigla em inglês) e serviu duas vezes como co-presidente do Comitê Latino da associação.