Divulgação/Casamigos

George Clooney vai dirigir filme de beisebol produzido por Bob Dylan

George Clooney vai dirigir uma adaptação do livro “Calico Joe”, de John Grisham (“A Firma”), e um dos produtores do projeto é ninguém menos que o cantor Bob Dylan.

Os dois são fãs do livro, que conta como uma jogada “quase fatal” em uma partida do campeonato da liga de beisebol mudou a vida dos jogadores envolvidos e de suas famílias.

O roteiro da adaptação está a cargo do sócio de Clooney na produtora Smokehouse Pictures, Grant Heslov, que escreveu os melhores (“Boa Noite e Boa Sorte” e “Tudo pelo Poder”) e os piores (“Caçadores de Obras-Primas” e “Suburbicon”) filmes dirigidos pelo parceiro.

“George e Grant veem neste livro o que eu vejo: uma história poderosa, que vai ressoar com pessoas jovens e velhas da mesma forma. Indivíduos de todos os lugares e classes sociais poderão se identificar com ela”, disse Dylan no comunicado do projeto.

Apesar de ser mais conhecido por seu trabalho musical, Dylan tem uma longa relação com o cinema. Ele atuou em filmes como “Pat Garrett e Billy the Kid” (1973) e “A Máscara do Anonimato” (2003), e até dirigiu um longa, “Renaldo and Clara”, em 1978. Mais recentemente, também ingressou como produtor executivo em um filme biográfico sobre sua vida, que será dirigido por James Mangold (“Logan”) e estrelado por Timotheé Chalamet (“Me Chame pelo seu Nome”).

A adaptação ainda não tem data de estreia definida.

Clooney, enquanto isso, trabalha na pós-produção da ficção científica “Midnight Sky” para a Netflix, onde acumula as funções de diretor e ator, e já adiantou um próximo projeto: a adaptação do livro “Bar Doce Lar”.