Divulgação/Universal Music

Ariana Grande vira presidente dos EUA em novo clipe

O novo clipe de Ariana Grande, lançado na madrugada desta sexta (23/10), mostra a cantora como presidente dos EUA. Encenado numa Casa Branca cenográfica (uma mescla de estúdio e computação gráfica), “Positions” traz Ariana assinando documentos, distribuindo medalhas, tendo encontros diplomáticos e comandando reuniões da gabinete (composto por mulheres e integrantes da comunidade LGBTQ+), como a mulher mais poderosa do mundo ocidental.

Curiosamente, a letra da música não tem nada de política. E passa longe do feminismo. Ela aborda um amor que faz a cantora assumir diferentes papéis em seu dia-a-dia. “Trocando as posições para você/ Estou na cozinha e depois já estou no quarto/ Estou nas Olimpíadas pulando barreiras/ Saiba que meu amor é infinito, não há nada que eu não faria”, canta Ariana, assumindo-se submissa.

O vídeo que acompanha a canção, dirigido por Dave Meyers, subverte a lógica da letra, colocando Ariana em outra posição: acima de todos. Meyers, claro, é responsável pelos clipes dos principais nomes do pop contemporâneo, entre eles Camila Cabello, Shawn Mendes, Harry Styles, Rita Ora, Billie Eilish, Ed Sheeran, etc., e mais recentemente comandou todos os episódios da série “Sneakerheads”, lançada pela Netflix em setembro.

“Positions” também é a primeira faixa do novo álbum de Ariana, que deve ser lançado ainda este mês.

Ainda sem título, o disco será o sucessor do bem-sucedido e premiado “Thank U, Next”, que saiu em fevereiro de 2019. Apesar do hiato de mais de um ano, Ariana se manteve nos holofotes em 2020 com duas parcerias: “Rain on Me”, com Lady Gaga, e “Stuck with U”, com Justin Bieber.