Divulgação/NBC

Produção de Chicago Med é paralisada por duas semanas após teste positivo de covid-19

A série “Chicago Med” pausou toda as suas gravações nesta terça (29/9), devido a um teste positivo de covid-19.

O teste faz parte dos protocolos de segurança do programa e detectou coronavírus num membro da equipe de produção, que tinha proximidade com outros integrantes e o elenco da série. Como resultado, a produtora Wolf Entertainment e a Universal TV decidiram paralisar os trabalhos durante duas semanas por precaução.

As interrupções na atual fase da pandemia são consideradas inevitáveis, enquanto os estúdios tentam produzir novos conteúdos em meio ao contágio.

Desde que “Chicago Med” retomou as gravações, este foi o segundo teste positivo detectado na produção. O primeiro aconteceu dois dias após o começo dos trabalhos, no dia 24 de setembro, em outro integrante da equipe. Nessa ocasião, o programa retomou o trabalho no dia seguinte.

O hiato de duas semanas não afetará a data de estreia da série, que deve chegar junto de “Chicago Fire” e “Chicago PD” em 11 de novembro. O fechamento temporário do set de “Chicago Med” também não afetará os planos de produção para o outro dois dramas, que só vão começar a gravar em 6 de outubro em Chicago.