Divulgação/Warner

Elenco de Liga da Justiça vai participar de refilmagens para nova versão do diretor

O diretor Zack Snyder vai voltar a reunir o elenco de “Liga da Justiça” para filmagens adicionais de sua versão do longa-metragem, que será transformado numa minissérie de quatro horas de duração para a plataforma HBO Max.

Segundo o site The Hollywood Reporter, as filmagens estão marcadas para outubro, apesar da WarnerMedia ter garantido que a versão do diretor não teria orçamento para novas cenas. A produção também vai acontecer em meio à briga pública do ator Ray Fisher, intérprete do Ciborgue, contra a Warner, por problemas nos bastidores justamente de “Liga da Justiça”.

Snyder, porém, não tem nada a ver com a confusão. O problema de Fisher é com seu substituto, Joss Whedon, que assumiu a pós-produção e comandou refilmagens após o diretor original se afastar devido a uma tragédia pessoal. Em julho, o ator usou as redes sociais para chamar o comportamento de Joss Whedon no set de “nojento, abusivo, não profissional e inaceitável”. Ele também alegou que os produtores Geoff Johns e Jon Berg incentivaram o cineasta.

Uma investigação sobre as filmagens está atualmente em andamento, e Fisher ainda ganhou apoio de seu colega de elenco Jason Momoa, o Aquaman. Em um post publicado em meados de setembro no Instagram, Momoa ecoou as acusações do colega e afirmou que “coisas sérias aconteceram” em “Liga da Justiça” e que “pessoas precisam ser responsabilizadas”.

Além dos dois, as refilmagens de Snyder vão incluir Ben Affleck como Batman, Henry Cavill como Superman e Gal Gadot como Mulher-Maravilha.

A versão de “Liga da Justiça” de Zack Snyder, popularmente conhecida como Snyder Cut, ainda não tem previsão de estreia.