Instagram/Bella Thorne

Bella Thorne faturou US$ 2 milhões em menos de uma semana em plataforma adulta

Bella Thorne quebrou o recorde de arrecadação do aplicativo Only Fans, muito popular na indústria de entretenimento adulto. Depois da estreia de sua página derrubar o servidor da plataforma, ela faturou US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,5 milhões) em 24 horas. E poucos dias depois, somou mais US$ 1 milhão, batendo outro recorde do serviço em menos de uma semana de atividade.

A ex-estrela da série “No Ritmo”, do Disney Channel, revelou as cifras em entrevista ao jornal Los Angeles Times.

A atriz passou a fazer parte da plataforma de mídia social exclusiva para assinantes na quarta-feira passada (19/8), cobrando dos usuários US$ 20 por mês pelo acesso a seu feed. O site – que permite que influenciadores, artistas adultos e celebridades compartilhem conteúdo que pode ser censurado no Instagram ou Twitter – também hospeda páginas de Cardi B e de algumas integrantes do reality show “Real Housewives”.

No Instagram, ele afirmou que pretende fazer um documentário sobre sua experiência no site com o diretor Sean Baker (“Projeto Califórnia”).

“Estou animada para falar sobre a política por trás do julgamento sobre o corpo feminino e sobre sexo. Com o maravilhoso diretor Sean Baker, que eu tenho orgulho de chamar de amigo”, publicou a artista de 22 anos ao falar da parceria.

“Me conheça melhor! Sou sua garota”, diz a descrição de Thorne na plataforma adulta.

Apesar desse sucesso, até agora ela não mostrou nada muito explicito. Mas há algumas fotos sugestivas – várias fotos de biquínis e transparências que seriam censuradas no Instagram, especialmente de seus seios. As imagens refletem uma enquete que ela fez com os fãs, perguntando que tipo de conteúdo eles gostariam ver. Seios lideram o ranking.