Divulgação/Amazon

The Boys: Cena sangrenta, absurda e incorreta mostra que a série vai piorar

A Amazon divulgou uma cena inédita, extremamente sangrenta, completamente absurda e politicamente incorreta da vindoura 2ª temporada de “The Boys”. A prévia mostra os boys do título acelerando uma lancha numa colisão brutal, que rasga ao meio uma baleia comandada pelo herói marinho vivido por Chace Crawford.

A violência animal aponta que o humor negro da série só tende a piorar. Quem tem estômago fraco ou se revolta fácil com injustiças e brutalidade gratuita não deve acompanhar a atração. Para os fãs, porém, é exatamente isso que a diferencia. Ou seja, quanto pior, melhor.

Baseada nos quadrinhos adultos de Garth Ennis (que também criou “Preacher”), a série acompanha um grupo de vigilantes que pretende revelar o segredo sujo dos super-heróis: eles são serial killers de sangue frio, que escapam impunemente de seus crimes graças ao trabalho da empresa de marketing que os financia e comercializa suas imagens.

“The Boys” é estrelada por Karl Urban (“Thor: Ragnarok”), Karen Fukuhara (“Esquadrão Suicida”), Jack Quaid (“Jogos Vorazes”), Tomer Capon (“7 Dias em Entebbe”) e Laz Alonso (“Velozes e Furiosos 4”) como os Boys – e uma girl – do título, enquanto Antony Starr (série “Banshee”), Chace Crawford (série “Gossip Girl”), Dominique McElligott (série “House of Cards”), Nathan Mitchell (“Scorched Earth”) e Jessie T. Usher (“Independence Day: Ressurgimento”) interpretam os super-heróis malvados.

Além deles, Erin Moriarty (série “Jessica Jones”) vive a única super-heroína decente da história e Simon Pegg (“Missão Impossível: Efeito Fallout”) tem participação especial como o pai do personagem de Jack Quaid.

Os responsáveis pela produção são os mesmos que deram vida à “Preacher”, o ator Seth Rogen e seu parceiro Evan Goldberg, que se juntaram a Eric Kripke, criador de “Supernatural” e “Timeless”, na nova atração.

A 2ª temporada tem estreia marcada para 4 de setembro na Amazon Prime Video. A série já está renovada para seu terceiro ano de produção.