Caçadoras de Recompensas: Nova série adolescente da Netflix ganha trailer legendado



A Netflix divulgou as primeiras fotos, o pôster e o trailer legendado de “Caçadoras de Recompensas”, que no Brasil eliminou parte de seu título original – o que é inusitado já que aqui os títulos costumam ser aumentados, como “Dead to Me”, que virou “Disque Amiga para Matar”. A série na verdade é sobre caçadoras de recompensa adolescentes e a palavra eliminada do título original, “Teenage Bounty Hunters”, é que faz a diferença – e dá o tom – da produção.

A série gira em torno de duas irmãs gêmeas que levam a rebeldia adolescente a outro nível, ao procurar mais problemas que o normal para sua idade. Elas descobrem que são capazes de surpreender e prender criminosos, porque ninguém desconfia que possam fazer isso e, assim, se juntam a um caçador de recompensas veterano para aprender e seguir em segredo a profissão. A prévia abaixo mostra as meninas equilibrando os riscos de sua profissão secreta com os problemas de sua vida no ensino médio, incluindo romance, sexo, aulas e, claro, as terríveis meninas populares da escola.

As gêmeas Sterling e Blair são vividas pelas atrizes Maddie Phillips (“Ghost Wars”) e Anjelica Bette Fellini (“The Gifted”), que, apesar de se parecerem fisicamente, não são parentes. O elenco também destaca Kadeem Hardison (“Agente K.C.”) como seu mentor, além de Virginia Williams (“Charmed”) e Mackenzie Astin (“Homeland”) como os pais sem noção e Spencer House (“The Society”) como o bonitão da classe.



“Caçadoras de Recompensas” é a primeira série criada por Kathleen Jordan (roteirista de “American Princess”), mas conta com os experientes Jenji Kohan (criadora de “Weeds” e “Orange Is the New Black”) e Jesse Peretz (diretor de “Juliet, Nua e Crua”) entre os produtores. Peretz também dirigiu o primeiro episódio.

A estreia dos 10 episódios da temporada inaugural está marcada para 14 de agosto em streaming.


blank

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings