Ewan McGregor confirma que dublará o Grilo Falante no Pinóquio de Guillermo del Toro

O ator Ewan McGregor (“Doutor Sono”) confirmou que é o dublador do Grilo Falante na animação de “Pinóquio”, produzida por Guillermo del Toro (“A Forma da Água”) para Netflix.

Ao citar seus futuros projetos num painel virtual da ACE Universe, ele contou: “Eu faço o Grilo Falante na versão de ‘Pinóquio’ de Guillermo del Toro, em que eu comecei a trabalhar antes de partir para Nova York. Então, parte disso já está gravada”, contou.

McGregor disse que já concluiu quase toda sua etapa do trabalho. “E, é claro, é uma animação em stop motion, então eles levarão muito tempo para fazer o filme. Mas minha primeira parte nisso, que era gravar seu diálogo, está meio que terminada.

Ele não quis revelar muito sobre o que ainda teria a fazer no filme. “Pode ou não haver uma música que precise ser gravada. Não tenho certeza se tenho liberdade para discutir isso”.

A escalação de McGregor tinha sido revelada em fevereiro passado, junto com os nomes de Tilda Swinton (“Doutor Estranho”), Christoph Waltz (“007 Contra Spectre”), Ron Perlman (o “Hellboy” original) e David Bradley (de “Game of Thrones” e “The Strain”) na dublagem em inglês. Mas, na época, apenas Bradley tinha seu papel conhecido. O intérprete do vilão Walder Frey em “Game of Thrones” será Gepeto, o marceneiro que cria o menino-boneco.

Ambientada na Itália dos anos 1930, a trama vai contar uma versão altamente estilizada da fábula de Carlo Collodi (1826–1890).

O projeto está sendo desenvolvido há cerca de uma década – as primeiras imagens dos bonecos dos personagens foram divulgadas em 2011 – , porque é uma produção altamente artesanal.

Para fazer o filme, Del Toro se juntou com Mark Gustafson, animador de “O Fantástico Sr. Raposo” (2009), com quem divide a direção, com Patrick McHale, que criou a minissérie animada “Over the Garden Wall” e escreveu episódios de “Adventure Time”, com quem divide o roteiro, e para o design da produção ainda se inspirou na arte de Gris Grimly, ilustrador de livros infantis, que concebeu o visual de um “Pinóquio” gótico em 2002.

A produção, por sua vez, conta com parcerias com a Jim Henson Company (“O Cristal Encantado: A Era da Resistência”) e a ShadowMachine (“BoJack Horseman”).

A previsão de estreia é para 2021.