Leonardo DiCaprio doa US$ 2 milhões para salvar área de preservação africana

Leonardo DiCaprio anunciou apoio financeiro de US$ 2 milhões para lançar o “Virunga Fund”, fundo beneficente que tem como objetivo auxiliar a manutenção do Parque Nacional Virunga, no Congo. Graças à doação, o parque africano conseguirá manter seu funcionamento, com impacto na manutenção e defesa da fauna local, da qual faz parte o gorila-das-montanhas, ameaçado de extinção.

O auxílio do ator foi feito em nome da Earth Alliance, instituição fundada por ele, e que também conta com incentivos das organizações Emerson Collective e Global Wildlife Conservation.

O Parque Nacional Virunga é a área protegida com maior número de espécies de pássaros, répteis e mamíferos no mundo. Ele foi tema de “Virunga” (2014), documentário da Netflix indicado ao Oscar, que contou com produção executiva de DiCaprio, de modo que o ator conhece o local muito bem.

“Tive a grande honra de conhecer e apoiar a equipe corajosa de Virunga em sua luta contra a perfuração ilegal de petróleo em 2013. Virunga precisa urgentemente de fundos para proteger a população ameaçada de gorilas-da-montanha, para fornecer apoio aos guardas florestais e às famílias dos guardas florestais que falecem no cumprimento do dever, e para ajudar a realizar esforços essenciais de prevenção de doenças. É fundamental que nos reunamos durante este período de incrível crise”, afirmou DiCaprio em um comunicado.

Virunga fechou suas atividades turísticas em março, devido à pandemia do novo coronavírus, o que resultou em forte queda da arrecadação para manter as atividades de preservação. Além disso, no mês passado, 12 guardas florestais, um motorista e quatro membros da comunidade local foram mortos em um massacre, o mais letal que o continente já viu em reservas protegidas, impactando a proteção ambiental.