Dublê de Milla Jojovich vence processo após perder o braço nas filmagens de Resident Evil

A dublê Olivia Jackson venceu um de seus processos contra a produtora de “Resident Evil: O Capítulo Final” após perder um braço durante as filmagens.

O acidente aconteceu em 2015, durante uma cena de perseguição em que Jackson pilotava uma moto como Alice, a personagem de Milla Jovovich na franquia. Após se chocar contra uma grua de filmagem, ela sofreu várias fraturas, inchaço cerebral e entrou em um coma, que durou mais de duas semanas.

Ela resolveu processar a produtora por não receber auxílio financeiro após sua saída do hospital.

Sua primeira vitória aconteceu num tribunal da África do Sul, país em que “Resident Evil: O Capítulo Final” foi filmado. A decisão judicial condena a equipe de produção por planejar e executar a filmagem de forma negligente. A sentença esclarece que a culpa pelo acidente não coube à profissional, que não assumiu o risco de forma voluntária, já que não sabia que o diretor Paul W. S. Anderson planejou diminuir a margem de segurança da cena para ter uma filmagem mais emocionante.

“Resident Evil: O Capítulo Final” chegou aos cinemas em 2017 e arrecadou mais de US$ 312 milhões na bilheteria mundial, tornando-se o filme mais lucrativo da franquia.

Já a carreira de dublê de Olivia Jackson acabou após o acidente. Ela foi dublê em vários blockbusters de sucesso, como “Guardiões da Galáxia”, “Mad Max: Estrada da Fúria” e “Star Wars: O Despertar da Força”.

“Os filmes de ação que exigem que as pessoas realizem acrobacias perigosas devem sempre ser planejados e executados com muito cuidado. Eles também devem ser cobertos por seguros que possam atender às perdas significativas que qualquer membro do elenco e equipe possam sofrer por se ferir em suas filmagens”, disse Julian Chamberlayne, representante de Jackson. “Esse julgamento é um reconhecimento importante de que os dublê não são os únicos próprios responsáveis, nem voluntários para morrer, quando algo dá errado. Como todos os trabalhadores, eles devem ser cercados de cuidado por parte dos responsáveis por seu trabalho”.

Em seu período de recuperação, Jackson recebeu apoio das atrizes que substituiu em cenas arriscadas, como a própria Milla Jovovich, Charlize Theron e Karen Gillian.