Pós-produção em ritmo de coronavírus deve atrasar 3ª temporada de Star Trek: Discovery

Os atores Anthony Rapp e Wilson Cruz fizeram algumas revelações sobre a produção da 3ª temporada de “Star Trek: Discovery”.

Durante uma live nas redes sociais, Cruz confirmou que todos os episódios foram gravados antes da paralisação geral das produções pela pandemia de coronavírus. E seu colega de elenco acrescentou, nos comentários, que os novos episódios já estão em pós-produção, mas, como os profissionais de efeitos especiais estão trabalhando em suas casas, o processo pode ficar mais lento e, portanto, atrasar a data de estreia. Veja na captura de tela abaixo.

A plataforma de streaming CBS All Access ainda não anunciou a data oficial de lançamento, mas, antes da crise sanitária, a atriz Sonequa Martin-Green sugeriu que o plano era disponibilizar o primeiro capítulo no começo de 2020.

Os novos episódios vão mostrar que o salto temporal do final da 2ª temporada levou a Discovery mais longe no futuro que qualquer outra nave do universo trekker, num período em que a Federação dos Planetas Unidos não existe mais.

A viagem no tempo muda a perspectiva da série, até então situada como prólogo da primeira “Star Trek” de 1966, e abre uma infinidade de possibilidades para os roteiristas, que se livram das amarras canônicas ao colocar os personagens num período que nunca foi abordado na franquia.

A CBS All Access já divulgou um trailer, que também pode ser visto abaixo. No Brasil, a série é distribuída pela Netflix.