CBS interrompe produção de seis séries, incluindo toda a franquia NCIS

A CBS TV Studios anunciou a interrupção da produção de seis séries, incluindo os três títulos da franquia “NCIS”, devido à pandemia de coronavírus.

Além de “NCIS”, “NCIS: Los Angeles” e “NCIS: Nova Orleans”, a produtora também determinou a suspensão dos trabalhos em “Bull”, “Dynasty” (exibida na rede CW) e “The Good Fight” (da plataforma CBS All Access), e o destino de outras séries está atualmente em estudo.

O site Deadline apurou que a paralisação não é abrupta. A determinação é para que os programas terminem as gravações dos episódios em que trabalham, quando possível.

Muitas séries estão perto de encerrar suas temporadas e algumas até conseguiram gravar tudo, caso de “Hawaii Five-0”, que inclusive vai acabar nos próximos episódios. Assim, ainda de acordo com o Deadline, a CBS estuda encerrar as produções mais avançadas em seu último capítulo gravado, deixando os episódios que faltaram para exibição no começo da próxima temporada.

Essa estratégia também é discutida por outros estúdios, pois o reinício das produções envolve custos adicionais significativos.

Quase todas as séries de comédia da CBS TV Studios conseguiram chegar ao final de suas produções. A exceção é “The Neighbourhood”, que ainda tem um episódio por gravar. Esta produção ganhou aval para finalizar na semana que vem, sem presença de público (a claque “ao vivo”) no estúdio.

Os estúdios CBS TV Studios, Paramount TV Studios e o canal pago Showtime divulgaram um comunicado corporativo em conjunto no final da noite de quinta-feira (12/3) sobre a situação e como estão enfrentando a crise da saúde.

“Nos últimos dias, começamos a tomar decisões para adiar temporariamente a produção em alguns de nossos pilotos e séries atuais. No momento, estamos avaliando situações caso a caso, informadas pelas melhores informações de especialistas em saúde e funcionários do governo. Algumas produções podem continuar, desde que não envolvam audiências ao vivo e/ou ambientes considerados de risco. A segurança e o bem-estar de nossa equipe de produção são nossa principal prioridade”, diz a nota.