Divulgação/Vitrine Filmes

Bacurau estreia nos EUA com 89% de aprovação no Rotten Tomatoes

O filme “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, estreou no fim de semana nos EUA. Apesar do circuito limitadíssimo – a exibição aconteceu em apenas duas salas – , chamou atenção da crítica americana. Com muitos elogios, o filme atingiu 89% de aprovação no Rotten Tomatoes.

“Formalmente emocionante e narrativamente ousado, Bacurau baseia-se nas preocupações sociopolíticas brasileiras modernas para apresentar um drama contundente que embaralha gêneros”, resumiu o portal americano, em sua avaliação sobre as cerca de 90 críticas indexadas.

“Parte do que torna o filme emocionante é como os cineastas organizam os gêneros a serviço de suas idéias, usando a forma do filme para desviar, provocar e surpreender”, publicou jornal The New York Times.

“Não existe filme mais selvagem”, proclamou a rede BBC.

“Deixa seu estômago com nós e sua cabeça num lugar muito estranho”, tentou descrever o crítico do Los Angeles Times.

“O público da minha sessão não sabia se ria ou aplaudia. Então, fez os dois”, acrescentou o crítico da New York Magazine.

“Altamente divertido”, sintetizou a revista Time Out.

Vencedor do Prêmio do Júri do Festival de Cannes, o filme, que se passa numa comunidade nordestina que desaparece dos mapas, promove uma mistura de gêneros e envolve o espectador numa trama misteriosa/metáfora de resistência estrelada por Sonia Braga (“Aquarius”), Barbara Colen (idem), Karine Teles (“Benzinho”) e pelo alemão Udo Kier (do clássico “Suspiria”), entre outros.