Lionsgate oficializa continuação de Entre Facas e Segredos

Indicado a Melhor Roteiro Original no Oscar 2020, “Entre Facas e Segredos” teve sua sequência oficialmente confirmada na quinta-feira (6/2) por Jon Feltheimer, presidente da Lionsgate, durante o balanço fiscal do último trimestre de 2019 para investidores.

O diretor e roteirista Rian Johnson revelou que já estava trabalhando na história há exatamente um mês, no começo de janeiro. A sequência de “Entre Facas e Segredos” será centrada em um novo caso investigado pelo detetive Benoit Blanc, personagem de Daniel Craig no longa.

“Entre Facas e Segredos” se tornou um caso raro no cinema americano de 2019: uma produção original bem-sucedida. Num mercado dominado por sequência e remakes, conseguiu se pagar apenas com a bilheteria doméstica, faturando US$ 156 milhões nos EUA e Canadá, cobrindo seu orçamento de US$ 40 milhões. Além disso, em todo o mundo, seu faturamento chegou a cerca de US$ 300 milhões.

Para completar, o filme também recebeu diversas indicações a prêmios, do Globo de Ouro aos troféus dos sindicatos da indústria cinematográfica, como o WGA (dos roteiristas) e o PGA (dos produtores), além, claro, do Oscar.

O longa presta uma homenagem bem-humorada aos velhos filmes de mistério do gênero “whodunit”, popularizado pelos livros de Agatha Christie, Ellery Queen e outros mestres do começo do século 20, que investigam suspeitos de um assassinato até descobrir “quem matou”.

A trama original girava em torno do assassinato de um escritor rico e famoso, morto durante a festa de seu aniversário por um de seus parentes.

Além de Daniel Craig (o James Bond) como o detetive, o elenco destacava Lakeith Stanfield (“Atlanta”) como seu parceiro policial, Christopher Plummer (“Todo o Dinheiro do Mundo”) como a vítima e uma galeria de suspeitos formada por Chris Evans (o Capitão América), Michael Shannon (“A Forma da Água”), Jamie Lee Curtis (“Halloween”), Ana de Armas (“Blade Runner 2049”), Katherine Langford (“13 Reasons Why”), Toni Colette (“Hereditário”), Jaeden Martell (“It: A Coisa”) e Don Johnson (“Do Jeito que Elas Querem”).