Os Eternos: Sinopse oficial do novo filme da Marvel referencia Vingadores: Ultimato


A Marvel divulgou a sinopse oficial do filme “Os Eternos”, que cita ‘Vingadores: Ultimato’ e, apesar de bastante vaga, confirma que o enredo vai se concentrar na luta entre os personagens do título e seus rivais dos quadrinhos, os Deviantes.

“‘Os Eternos’ apresenta um empolgante novo time de super-heróis no Universo Cinematográfico da Marvel, alienígenas antigos que viveram em segredo na Terra por milhares de anos. Seguindo os eventos de ‘Vingadores: Ultimato’, uma tragédia inesperada faz com que eles saiam das sombras e se reúnam contra os inimigos mais antigos da humanidade, os Deviantes”, diz o texto.

“O elenco incrível inclui Richard Madden (‘Game of Thrones’) como o todo-poderoso Ikaris, Gemma Chan (‘Capitã Marvel’) como a amante da humanidade Sersi, Kumail Nanjiani (‘Silicon Valley’) como o cosmicamente poderoso Kingo, Lauren Ridloff (‘The Walking Dead’) como a super-rápida Makkari, Bryan Tyree Henry (‘Brinquedo Assassino’) como o inteligente inventor Phastos, Salma Hayak (‘Dupla Explosiva’) como a líder sábia e espiritual Ajak, Lia McHugh (‘American Woman’) como a eternamente jovem Sprite, Don Lee (‘Invasão Zumbi’) como o poderoso Gilgamesh, Barry Keoghan (‘Dunkirk’) como o indiferente Druig, e Angelina Jolie (‘Malévola: Dona do Mal’) como a implacável guerreira Thena. Kit Harrington (‘Game of Thrones’) foi escalado como Dane Whitman”, completa a sinopse, sem mencionar que Whitman é mais conhecido como o super-herói Cavaleiro Negro.

Nos quadrinhos, os Eternos são uma raça de super-humanos, surgidos como um desdobramento da evolução que criou a vida inteligente na Terra. Concebidos pelos alienígenas Celestiais, eram destinados a ser defensores da Terra. Mas algo deu errado, a ponto da experiência gerar ninguém menos que Thanos, que é um desses seres geneticamente evoluídos. A citação da sinopse a “Vingadores: Ultimato” pode ser justamente uma referência à Thanos.

Toda essa história veio da mente febril do mestre Jack Kirby em sua volta à Marvel em 1976, e compartilha algumas semelhanças com os Novos Deuses, que ele próprio criou na DC Comics, alguns anos antes.



A trajetória original dos personagens ficou sem fim, graças às vendas fracas e uma briga definitiva de Kirby com a editora. Por conta disso, os roteiristas Roy Thomas e Mark Gruenwald tentaram juntar as pontas soltas ao incluir os personagens num arco de Thor, que deveria encerrar a trama. Entretanto, foi preciso que Neil Gaiman (criador de “American Gods”) retomasse os personagens numa minissérie de 2006 para tudo fazer sentido.

O filme será dirigido pela chinesa Chloé Zhao, que nasceu em Pequim, passou sua adolescência em Londres e estudou cinema nos Estados Unidos, onde mora atualmente. Sua filmografia consiste de dois filmes indies muito elogiados pela crítica, os dramas “Songs My Brothers Taught Me” (2015) e “Domando o Destino” (The Rider, 2017), ambos exibidos no Festival de Cannes e premiados no circuito internacional.

Ela é a terceira mulher contratada para comandar um filme da Marvel, após Anna Boden compartilhar a direção de “Capitã Marvel” com o marido, Ryan Fleck, e Cate Shortland (“A Síndrome de Berlim”) ser selecionada para “Viúva Negra”. E, curiosamente, será a segunda chinesa a dirigir um filme de super-heróis, após a Warner colocar Cathy Yan (“Dead Pigs”) à frente de “Aves de Rapina”, o filme que mistura super-heroínas e Arlequina, atualmente em pós-produção.

A estreia de “Os Eternos” está marcada para 29 de novembro no Brasil, três semanas após o lançamento nos EUA.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings