Netflix anuncia produção de série live-action do mangá One Piece



A Netflix oficializou a produção de uma série live-action de “One Piece”, mangá e anime extremamente populares de Eiichiro Oda. O projeto será produzido pelo Tomorrow Studios, que já está gravando outra adaptação live-action de anime cultuado para a plataforma, “Cowboy Bebop”.

Rumores sobre o projeto circulam desde que o ator e produtor Marty Adelstein (visto na série “Prison Break”), dono do Tomorrow Studios, anunciou planos de realizar uma versão de “One Piece” em 2017. Havia especulações de que seria um remake de animação computadorizada, como aconteceu com “Cavaleiros do Zodíaco”, mas agora a Netflix confirmou que vai disponibilizar a atração e que ela será estrelada por atores de verdade.

A trama dos quadrinhos, lançados no Brasil pela editora Conrad e atualmente publicados pela Panini, gira em torno de uma caça ao tesouro de piratas. Quando estava para ser executado, o lendário Rei dos Piratas, Gold Roger, revelou ao mundo seu maior segredo. “Meu tesouro? Se quiserem, podem pegá-lo. Procurem-no! Ele contém tudo que este mundo pode oferecer!”. A revelação da existência do maior tesouro da História (o “One Piece” do título), motivou a cobiça de dezenas que se lançaram a sua caça, sonhando com fama e riqueza imensuráveis.



A produção terá roteiro e produção de Steven Maeda, que escreveu episódios de “Arquivo X” e “Lost”.

A 1ª temporada terá 10 episódios, mas ainda não há previsão de estreia.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings