Adam Sandler “comemora” falta de indicação ao Oscar 2020


Entre as muitas comemorações geradas pelo anúncio das indicações ao Oscar 2020, a mais inusitada veio de Adam Sandler, que acabou esnobado pela Academia.

O ator era forte candidato por seu desempenho em “Joias Brutas” (Uncut Gems), mas o Oscar barrou produções indies de um modo geral – o filme dirigido pelos irmãos Joshua e Benjamin Safdie é uma produção do estúdio A24, o mesmo de “Moonlight”, vencedor do Oscar 2017.

Com bom humor, Sandler comemorou sua não-indicação em um texto publicado no Instagram, destacando o lado positivo. Adepto de camiseta, boné e bermuda, ele celebrou o fato de não precisar mais usar ternos na temporada de premiações.

“Más notícias: Sandman não recebeu amor da Academia. Boas notícias: Sandman pode parar de usar ternos. Parabéns a todos os meus amigos que foram indicados, principalmente à Mama”, escreveu, destacando uma foto de Kathy Bates, que viveu sua mãe no clássico “O Rei da Água”, em 1998. Ela concorre ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por “O Caso Richard Jewell”.

“Joias Brutas”, em que Sandler interpreta um joalheiro endividado de Nova York, vai chegar ao Brasil em 31 de janeiro, exclusivamente pela Netflix. O filme ganhou vários prêmios da crítica americana e foi lançado nos cinemas dos EUA em 13 de dezembro, atingindo 92% de aprovação no Rotten Tomatoes.




Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings