Supergirl tem maior audiência do ano com Crise nas Infinitas Terras

A estreia do crossover “Crise nas Infinitas Terras” na noite de domingo (8/12) atraiu 1,67 milhão de telespectadores ao vivo e uma classificação de 0,6 na demo para a rede CW. Trata-se de um aumento significativo na audiência de “Supergirl”, onde a trama começou, representando o maior público da série em 2019.

Entre toda a programação da rede The CW, o público só foi menor que a estreia de “Batwoman” (1,8 milhão), mesmo assim venceu na demo (“Batwoman” fez 0,4), a faixa de adultos que interessa aos anunciantes.

Apesar disso, “Crise nas Infinitas Terras” registrou uma queda em relação ao crossover passado (o lançamento de “Elseworlds” rendeu 1,83 milhão e 0,7). Mas não é realmente uma “Crise”, já que os números ainda não contabilizam a audiência de streaming, que aumentou muito de um ano para cá. A CW é rede que tem mais público digital entre todas as emissoras dos Estados Unidos.

O episódio deve no mínimo duplicar seu público com o streaming oficial do canal americano. E, graças à impactante morte de seus momentos finais, fazer disparar o interesse pelos próximos capítulos. Afinal, se um protagonista é dispensado logo de cara, nenhum dos demais personagens tem sua sobrevivência garantida.

Além de “Crise nas Infinitas Terras”, a CW apresentou um aftershow, intitulado “Crisis Aftermath”. O programa, apresentado pelo cineasta Kevin Smith (“O Balconista”), manteve um bom público para a média da audiência do canal, com 700 mil telespectadores e 0,2 na demo – maior que a audiência de “Black Lightning”, “All American”, “Charmed” e “Dinasty”.

O crossover ainda não tem previsão de estreia no Brasil, mas deve ser exibido no começo de 2020 no canal pago Warner.