Sintonia foi segunda melhor estreia brasileira da Netflix

O Brasil também apareceu no relatório trimestral da Netflix, apresentado nesta quarta (16/10) para investidores. O material alardeia o sucesso de “Sintonia”, mas sem trazer os números da audiência à tona, ao contrário das revelações feitas sobre os recordes de acessos da 3ª temporada de “Stranger Things” e do desempenho internacional de “La Casa de Papel”.

Segundo a Netflix, “Sintonia” teria registrado o segundo melhor público para uma série estreante do Brasil. A primeira colocada não teve seu nome revelado, já que a empresa prefere manter a “caixa preta” da sua audiência longe do alcance da concorrência.

Apesar disso, a Netflix ainda não confirmou a produção da 2ª temporada da série, que foi lançada em 9 de agosto na plataforma.

“Sintonia” foi criada e também é dirigida por KondZilla, apelido de Konrad Cunha Dantas, paulista conhecido por fazer clipes de sucesso do funk ostentação e dono do canal mais visto do YouTube, com mais de 30 milhões de inscritos.

A série é estrelada pelo funkeiro MC Jottapê, dono do hit “Ladrão da Noite”, e o ator Christian Malheiros, cuja atuação no longa “Sócrates” lhe rendeu indicação na categoria de melhor ator do Independent Spirit Awards, uma das principais premiações do cinema independente americano.

MC Jottapê interpreta Doni, um músico ansioso para voar além dos modestos sonhos que sua família planejou para ele. Seu melhor amigo, o ambicioso e ousado Nando (Malheiros), escolhe o caminho arriscado do crime organizado, mesmo indo contra seu senso de ética. O elenco ainda destaca Bruna Mascarenhas em sua estreia como atriz, no papel da rebelde e engenhosa Rita, além de Julia Yamaguchi, Fernanda Viacava, Danielle Olímpia, Leilah Moreno e Vanderlei Bernadino.

Kondzilla desenvolveu o projeto com a atriz Alice Braga (série “Queen of the South”) e o roteirista Felipe Braga (série “Mandrake”), por meio da produtora da dupla, Losbragas. Felipe Braga e Guilherme Quintella (roteirista de “Meu Amigo Hindu”) também são creditados como cocriadores de “Sintonia”, ao lado do diretor de clipes.