Kiefer Sutherland vai caçar Boyd Holbrook em nova série de O Fugitivo

A plataforma de streaming Quibi oficializou mais uma super-mini-produção. Desta vez, trata-se de um nova versão de “O Fugitivo”, série clássica dos anos 1960 que também rendeu um filme premiado em 1993.

O projeto foi um dos citados pelo produtor Jeffrey Katzenberg, fundador da plataforma (e também da DreamWorks Animation), quando anunciou o lançamento da Quibi há alguns meses. Agora, teve seu elenco definido.

O novo “O Fugitivo” será uma série que vai trazer Boyd Holbrook (“O Predador”) acusado de um crime que não cometeu, em fuga de um detetive vivido por Kiefer Sutherland (“24 Horas”) – situação vivida por Harrison Ford e Tommy Lee Jones no cinema.

A atualização da trama vai acrescentar a paranoia terrorista e as fake news das redes sociais.

A sinopse divulgada diz que, quando uma bomba explode no metrô de Los Angeles, tuítes sugerem que o personagem de Holbrook foi o responsável pelo atentado. Acusado injustamente – e muito publicamente -, ele deve provar sua inocência descobrindo o verdadeiro criminoso, antes que o lendário policial que lidera a investigação possa prendê-lo.

O reboot foi criado por Nick Santora (criador de “Scorpion”) e a direção estará a cargo do cineasta Stephen Hopkins (“Raça”).

Um detalhe é que o Quibi pretende lançar apenas conteúdos de curta duração, assim os episódios devem ter 10 minutos ou menos, na contramão das maratonas da Netflix. O público-alvo são usuários de aparelhos móveis, que poderão consumir rapidamente o material por celular em situações cotidianas, como no transporte público, em filas de espera ou no banheiro.

A série ainda não tem data de estreia prevista, mas o Quibi deverá ser lançado em abril de 2020.