Emmy exibiu foto de maestro vivo em segmento In Memoriam

Um dos maiores fiascos da transmissão do Emmy, na noite de domingo (22/9), foi uma gafe envolvendo o falecido compositor e maestro André Previn.

Ele foi citado no segmento “In Memoriam”, que homenageia profissionais da indústria televisiva que morreram no último ano. Mas em vez de exibir uma foto do compositor de “Minha Bela Dama” e maestro de “Jesus Christ Superstar”, falecido em fevereiro desse ano aos 89 anos, a imagem destacada pela cerimônia foi uma foto de outro maestro, Leonard Slatkin, que ainda está vivo.

Slatkin, que trabalhou na condução da trilha do filme “O Fim da Escuridão” (2010), é atualmente diretor musical da Orquestra Sinfônica de Detroit.

Em seu Twitter, ele comentou o ocorrido: “André merecia mais”.

“Tive a oportunidade de apresentá-lo quando ele recebeu uma honraria no Kennedy Center. Talvez ele estivesse se vingando por algumas histórias que contei sobre ele. Andre, R.I.P.”

Procurados pela imprensa, a Fox e a Academia da Televisão não se manifestaram sobre a confusão.