Cinemas recebem 15 estreias numa das melhores programações semanais do ano

As salas de cinema recebem nada menos que 15 filmes nesta quinta (26/9). E pelo menos metade vale o ingresso. Abaixo, é possível ver a lista completa das estreias com suas sinopses e trailers.

Todos os títulos de multiplex são razoáveis. Com maior distribuição, “Abominável” mantém a qualidade das produções da DreamWorks Animation com uma aventura divertida que faz esquecer “PéPequeno”, outra animação recente sobre o Abominável Homem das Neves. Logo em seguida, no ranking da ocupação de telas, “Ad Astra” oferece o contraponto dramático para o público adulto.

Apesar do tema espacial, a produção da Fox/Disney não é uma sci-fi repleta de ação para adolescentes. Há cenas trepidantes, mas o tom é mais contemplativo, ao estilo de “2001: Uma Odisseia no Espaço” (1968). Graças ao protagonismo de Brad Pitt e aos elogios da crítica americana, surpreendeu expectativas ao bater “Rambo” e atrair um público maior que o esperado em sua estreia no fim de semana passado nos Estados Unidos.

O pacote americano tem mais dois títulos interessantes, que representam o cinema B bem feito. “Predador Assassino” junta enchente e crocodilos num thriller tenso, cortesia de Alexandre Aja (o diretor francês de “Piranha 3D”), enquanto o terror “Pyewacket – Entidade Maligna” combina possessão com trauma psicológico. Ambos superam os limites de seus gêneros para apresentar histórias envolventes.

Apesar disso, são dois dramas brasileiros que merecem mais atenção do público.

“Hebe – A Estrela do Brasil” é uma cinebiografia diferente das que costumam ser feitas no Brasil. Em vez de contar uma história de vida, faz recorte histórico de um período, mostrando Hebe Camargo em sua fase mais empoderada, enfrentando machismo, ditadura e patrões intransigentes para revolucionar a TV e os costumes brasileiros nos anos 1980. Acaba se tornando muito atual, já que o país enfrenta novamente as mesmas lutas sob o governo de Bolsonaro, retrocedendo 30 anos em questões de comportamento e civilidade. De quebra, ainda é um filme estilizado, com marca autoral de Maurício Farias (“Vai que Dá certo”), que filma muitas cenas às costas de sua esposa Andrea Beltrão – por sinal, perfeita no papel de Hebe.

Já “Sócrates” é o destaque do circuito limitado. Longa de estreia do diretor Alex Moratto, o drama foi premiado em vários festivais e até no Spirit Awards, principal troféu do cinema independente americano, considerado o Oscar indie. A mesma premiação indicou o jovem ator Christian Malheiros (hoje conhecido por “Sintonia”) para disputar o troféu de Melhor Ator com Joaquin Phoenix (por “Você Nunca Esteve Realmente Aqui”), Ethan Hawke (“Fé Corrompida”), John Cho (“Buscando”) e Daveed Diggs (“Ponto Cego”). Impressionante. Na trama, Malheiros vive um jovem negro homossexual de 15 anos, morador da periferia de Santos, que precisa sobreviver sozinho após a morte da mãe.

Todos esses filmes – menos “Hebe”, inédito nos EUA – têm mais de 80% de aprovação na média do Rotten Tomatoes. São títulos muito bem-avaliados pela crítica internacional. Mas apenas uma produção prevista para esta semana superou os 90% – na verdade, obteve 94%. Trata-se de “O Melhor da Juventude”, uma reconhecida obra-prima de Marco Tullio Giordana, que foi lançada originalmente na Itália em 2003, mas nunca tinha sido disponibilizada em circuito comercial no Brasil. O motivo é simples. O filme tem mais de seis horas de duração e, por isso, será programado nos cinemas em duas partes a partir desta quinta-feira.

O longa segue a trajetória dos irmãos Nicola e Matteo Carati, que dividem os mesmos sonhos, esperanças, leituras e amizades até o dia em que conhecem Giorgia, uma garota com distúrbios psíquicos. Nicola começa a militar no movimento estudantil e mais tarde se torna um psiquiatra, enquanto Matteo abandona os estudos e entra na polícia. Em paralelo, o filme apresenta 40 anos da história da Itália, da luta contra a máfia aos grandes jogos de futebol da seleção nacional. Obra de fôlego, venceu a Mostra um Certo Olhar do Festival de Cannes, dominou o David di Donatello (o Oscar italiano) e colecionou uma galeria invejável de prêmios pelo mundo afora.

Tem mais. O contundente documentário “Carta para Além dos Muros”, de André Canto, descreve a trajetória do HIV e da Aids no Brasil com boas entrevistas e inventividade formal. E os demais longas europeus tampouco deixam a desejar.

Para saber sobre todos os lançamentos da semana, confira os trailers e siga lendo abaixo.

Abominável | EUA | Animação

Yi (Chloe Bennet) é uma adolescente que, certo dia, descobre que um yeti está no telhado do prédio em que ela mora, em Xangai. A partir disso, ela e seus colegas passam a chamar a criatura mística de “Everest” e, ao criarem laços com o animal, decidem levá-lo até sua família, que está no topo do planeta. Porém, os três amigos terão que conseguir despistar o ganancioso Burnish (Eddie Izzard) e a zoóloga Dra. Zara (Sarah Paulson), que querem pegar o yeti a qualquer custo.

Ad Astra – Rumo às Estrelas | EUA | Sci-Fi

Roy McBride (Brad Pitt) é um engenheiro espacial que decide empreender a maior jornada de sua vida: viajar para o espaço, cruzar a galáxia e tentar descobrir o que aconteceu com seu pai, um astronauta que se perdeu há 20 anos no caminho para Netuno.

Hebe – A Estrela do Brasil | Brasil | Drama

Hebe Camargo (Andréa Beltrão) se consagrou como uma das apresentadoras mais emblemáticas da televisão brasileira. Sua carreira passou por diversas mudanças ao longo dos anos, mas foi durante a década de 80, no período de transição da ditadura para a democracia, que Hebe, ao 60 anos, tomou uma decisão importante. A apresentadora passou a controlar a própria carreira e, independentemente das críticas machistas, do marido ciumento e dos chefes poderosos, se revelou para o público como uma mulher extraordinária, capaz de superar qualquer crise pessoal ou profissional.

Sócrates | Brasil | Drama

Depois da morte de sua mãe, o jovem Sócrates (Christian Malheiros), que foi criado apenas por ela durante os últimos tempos, precisa fazer tudo o que for possível para consiguir sobreviver na realidade da miséria, somado ao preconceito por ser homossexual. Seus valores e ideais são colocados na balança com o medo de não conseguir se virar sozinho.

Predadores Assassinos | EUA | Thriller

Quando a Flórida é vítima de um imenso furacão, os tsnunamis levam todos os habitantes a evacuarem o local. Mesmo assim, a jovem Haley (Kaya Scodelario) se recusa a sair de casa enquanto não conseguir resgatar o pai, gravemente ferido. Aos poucos, o nível da água começa a subir, Haley também se fere e tanto ela quanto o pai precisam enfrentar inimigos inesperados: gigantescos crocodilos que chegam com as águas.

Pyewacket – Entidade Maligna | EUA | Terror

Leah (Nicole Muñoz) é uma menina adolescente cheia de problemas e constantemente frustrada. Quando ela decide realizar um ritual oculto para invocar uma bruxa para matar sua mãe (Laurie Holden), acaba despertando um mal que jamais poderia imaginar.

Filhas do Sol | França | Drama

Bahar (Golshifteh Farahani) é a comandante das Filhas do Sol, um batalhão composto apenas por mulheres curdas que atua ofensivamente na guerra do país. Ela e as suas soldadas estão prestes a entrar na cidade de Gordyene, local onde Bahar foi capturada uma vez no passado. Mathilde (Emmanuelle Bercot) é uma jornalista francesa que está acompanhando o batalhão durante o ataque. O encontro entre as duas mulheres, dentro do cenário caótico que as cercam, irá mudar a vida de ambas permanentemente.

O Menino que Fazia Rir | Alemanha | Comédia

Um dos humoristas de maior relevância na Alemanha, Hans-Peter Kerkeling consagrou-se no mundo artístico também como ator, apresentador e roteirista. O que muitos de seus fãs sequer imaginam é que a sua infância foi uma verdadeira história de tragédia — que ele transformou em humor.

O Melhor da Juventude | Itália | Drama

A saga de uma família italiana desde o fim dos anos 60 até o início dos anos 2000. Os irmãos Nicola (Luigi Lo Cascio) e Matteo Carati (Alessio Boni) dividem os mesmos sonhos, esperanças, leituras e amizades até o dia em que conhecem Giorgia (Jasmine Trinca), uma garota com distúrbios psíquicos. Nicola começa a militar no movimento estudantil e, mais tarde, se torna um psiquiatra, enquanto Matteo abandona os estudos e entra na polícia. O percurso dos dois e do resto da família é apresentado paralelamente a acontecimentos importantes da história recente da Itália: a inundação de Florença, a luta contra a máfia e os grandes jogos de futebol da seleção nacional.

Meu Amor por Grace | EUA | Drama

1920 era uma época de segregação e preconceito racial nas plantações de café do Havaí. Jo (Ryan Potter) é adotado por Doc (Matt Dillon), um médico novo na região. Conhecido por sua velocidade, Jo começa a trabalhar com entrega de medicamentos. Ao conhecer Grace (Olivia Ritchie), filha de um rico dono de plantação, o rapaz transcende todos os limites sociais para viver seu amor proibido.

Caminhos Magnétykos | Brasil, Portugal | Drama

Raymond (Dominique Pinon) é um francês na casa dos 60 anos de idade que vive em Portugal com sua esposa e sua filha, Catarina (Alba Baptista), uma jovem de 21 anos de idade que está às vésperas de se casar com um homem rico. Quando Raymond começa a se arrepender de concordar com o casamento apenas com o aspecto financeiro em mente, ele acaba se envolvendo em uma noite de pesadelos e revoltas pessoais.

Ambiente Familiar | Brasil | Drama

Alex, Fagner e Diógenes são três amigos que formam um laço familiar independente de ligação sanguínea. Mudando-se para uma casa em que vão morar juntos, os três rapazes dão apoio emocional uns aos outros na tentativa de, através de sua união, superar traumas vividos no passado e seguir em frente na vida adulta.

Foro Íntimo | Brasil | Drama

Mesmo não tendo cometido nenhum crime, um importante juiz criminal se vê preso. Isso porque, devido ao seu trabalho de risco, ele está sendo severamente ameaçado de morte. Para se proteger, ele precisará viver sob um forte esquema de segurança, e passar seus dias trancado no gabinete onde trabalha, no Fórum de Justiça, longe de todos os seus familiares.

Carta para Além dos Muros | Brasil | Documentário

A trajetória histórica do vírus HIV e da AIDS no imaginário brasileiro, desde a epidemia que tomou o mundo e deixou milhares de vítimas nas décadas de 1980 e 1990, até os dias atuais. Através de entrevistas com médicos, pessoas que vivem com o vírus, ministros, personalidades e representantes de movimentos conscientizadores sobre a epidemia, o diretor André Canto propõe uma reflexão sobre a evolução dos tratamentos e os desafios e estigmas ainda enfrentados por portadores de HIV.

O Incerto Lugar do Desejo | Brasil | Documentário

Uma mulher se vê frente a uma situação em que um forte desejo a levaria a mudar toda a sua vida. Esse e outras questões pessoais de Ana Thereza servem como ponto de partida para abordar o objeto principal deste documentário: o desejo. Não somente no sentido denotativo da palavra, mas, sobretudo, pelas suas formas e possibilidades de crescimento, ascensão e, além disso, de que maneira ele é capaz de se edificar a partir da idealização e da subjetividade.