Vídeo de Brinquedo Assassino destaca transformação tecnológica de Chucky



A Orion Pictures divulgou um vídeo de bastidores do remake de “Brinquedo Assassino”, que traz o elenco comentando a transformação tecnológica de Chucky.

Esta é justamente a maior diferença do novo “Brinquedo Assassino” em relação ao filme dos anos 1980, já que Chucky agora é basicamente um robô, com um sistema de inteligência artificial conectado à chamada “internet das coisas”, em vez de um simples boneco de plástico possuído pela alma de um serial killer. Enquanto o primeiro era resultado de possessão, a versão do século 21 está mais para um mini Hal 9000 (o computador de “2001 – Uma Odisseia no Espaço”) com corpo de boneco, capaz de comandar aparelhos eletrônicos, que transmitem sua voz e seguem suas orientações.

O remake traz Aubrey Plaza (“Legion”) como uma mãe que resolve dar o boneco de presente para o filho, vivido por Gabriel Bateman (“Quando as Luzes se Apagam”), e ainda inclui no elenco Brian Tyree Henry (“Atlanta”) no papel de um policial e Mark Hamill (o Luke Skywalker de “Star Wars”) como a voz de Chucky.



Roteiro e direção estão a cargo de dois novatos nos cinemas: o roteirista Tyler Burton Smith, que escreve videogames, e o diretor norueguês Lars Klevberg, cujo primeiro longa – “Morte Instantânea”, uma versão ampliada do curta “Polaroid” – ainda não tem previsão de estreia nos Estados Unidos.

A estreia de “Brinquedo Assassino” está marcada para 25 de julho no Brasil, mais de um mês após o lançamento norte-americano.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings