blank

De Pernas pro Ar 3 é a maior estreia, mas há melhores opções na semana

A comédia “De Pernas pro Ar 3” é o maior lançamento da programação de cinema desta quinta (11/4), que ainda leva aos shopping centers dois dramas americanos de nicho. O detalhe é que nenhuma destas três estreias amplas entra na lista dos cinco melhores filmes da semana.

O terceiro “De Pernas pro Ar” finge reforçar a tese conservadora de que filme brasileiro só fala de sexo. Entretanto, seu verdadeiro tema é a família. A comédia é uma grande Sessão da Tarde enrustida.

Após transformar sua empresa de brinquedos sexuais numa multinacional, a personagem de Ingrid Guimarães só quer ficar mais tempo com o marido e os filhos, que cresceram. Felizmente, logo surge uma competidora mais jovem para injetar um pouco de conflito nesse enredo de sitcom.

Em entrevistas, elenco e equipe têm forçado uma analogia entre o empreendedorismo sexual da protagonista e uma reação aos retrocessos comportamentais do Brasil atual. Mas, como nos capítulos anteriores, a nova comédia sexual é assexuada, evitando cenas picantes para agradar justamente ao público conservador. Como diriam os Trapalhões, é fria.

Os dois dramas americanos assumem mais claramente seu público-alvo. “Superação – O Milagre da Fé” – ou “o filme do Bolsonaro”, como ficou conhecido após a première em Brasília – é um drama sobre o poder da reza. Considerado medíocre pela crítica internacional – 50% no Rotten Tomatoes – , prega para convertidos. E “After” é uma lição moralista sobre os perigos do sexo adolescente, tão ruim que foi escondida da imprensa nos Estados Unidos. Um dia antes da estreia, não tem nem uma crítica sequer publicada.

Todas as estreias limitadas desta semana são melhores que os destaques escolhidos pelos distribuidores. Algumas, por sinal, devem até entrar na lista dos melhores filmes lançados no Brasil em 2019.

Para começar, “Border” nem teve seu título traduzido por conta de sua fama, que o grande público talvez desconheça. Parte drama, parte fantasia, parte terror, essa produção sueca difícil de caracterizar foi até indicada ao Oscar 2019 numa categoria pouco convencional para filmes de fora de Hollywood: Melhor Maquiagem. Acompanha uma mulher que parece um troll, de tão feia, mas que nasceu com uma habilidade ideal para seu trabalho na alfândega: a capacidade de “sentir” a intenção das pessoas com o olhar. Um dia, ela encontra um homem tão feio quanto ela. E a ligação é forte demais para ser ignorada, trazendo à tona verdades que ela desconhecia sobre si mesma.

Segundo longa de Ali Abbasi (“Shelley”), “Border” adapta um conto do escritor John Ajvide Lindqvist (autor do terror “Deixe Ela Entrar”) com cenas impactantes de sexo, muita sujeira e podridão. Venceu a mostra Um Certo Olhar em Cannes, tem 96% de aprovação no Rotten Tomatoes e já virou cult.

Os cinéfilos também não podem perder “Em Trânsito”, que atingiu os mesmos 96% no Rotten Tomatoes. O drama faz jus à campanha de divulgação que o descreve como “a nova obra-prima de Christian Petzold”. Um dos melhores diretores alemães de sua geração, Petzold dá sequência no novo filme aos temas de “Fênix” (2014) e “Barbara” (2012) – como identidades trocadas, falência da nação e desejo de fuga.

A história é baseada no romance homônimo de Anna Seghers, escrito em 1944, que acompanha um alemão em fuga de seu país durante a 2ª Guerra Mundial. Ele se esconde na França, onde o acaso o leva a adotar a identidade de um escritor morto, apenas para ser descoberto pela mulher do homem por quem se passa, também desesperada para escapar da Europa. O detalhe é que Petzold transportou a trama para os dias atuais, dando à sua adaptação uma aura subversiva de distopia contemporânea.

Outra trama impactante ganha vida em “Ayka”, que rendeu o prêmio de Melhor Atriz para a cazaque Samal Yeslyamova no Festival de Cannes do ano passado. Ela já tinha trabalhado com o diretor Sergei Dvortsevoy dez anos antes em “Tulpan” (2008), também premiado em Cannes. Na nova obra, vive a mulher do título, desempregada e sem dinheiro, que é pressionada a dar seu bebê recém-nascido para pagar uma dívida com a máfia. É deprimente, mas poderoso, com 80% no Rotten Tomatoes.

“Los Silencios”, da brasileira Beatriz Seigner (“Bollywood Dream — O Sonho Bollyoodiano”), também merece atenção. Falado em espanhol, o drama de realismo mágico se passa numa comunidade de refugiados na fronteira amazônica, entre o Peru, a Colômbia e o Brasil. Vencedor do prêmio de Melhor Direção no Festival de Brasília e um dos filmes mais elogiados do último Festival de Cannes (passou na Quinzena dos Realizadores), sua mistura de espiritualidade e crítica social impressionou os americanos com 71% no Rotten Tomatoes.

A programação ainda inclui o lançamento tardio de “Suspiria”, cinco meses após a estreia nos Estados Unidos. Remake do filme homônimo de 1977 de Dario Argento, um dos maiores cults do cinema de horror italiano, a nova versão não empolgou tanto, com 66% no Rotten Tomatoes – apesar de dirigida por outro italiano celebrado, Luca Guadagnino (de “Me Chame pelo Seu Nome”). Faltou justamente terror. Mas sua fotografia (do tailandês Sayombhu Mukdeeprom), premiada no Spirit Awards, e trilha fantasmagórica (do inglês Thom Yorke, da banda Radiohead) conjuram sons e visões belíssimos.

Os três títulos que completam a programação também são melhores que os três que dominam o circuito. Confira mais detalhes nos trailers e sinopses abaixo.

De Pernas pro Ar 3 | Brasil | Comédia

O sucesso da franquia Sex Delícia faz com que Alice (Ingrid Guimarães) rode o mundo, visitando os mais diversos países em uma correria interminável. Sem tempo para se dedicar à família, quem assume a casa é seu marido João (Bruno Garcia), que cuida dos filhos Paulinho (Eduardo Mello) e Clarinha (Duda Batista), de apenas seis anos. Cansada de tanta agitação, Alice decide se aposentar e entregar o comando dos negócios à sua mãe, Marion (Denise Weinberg). Porém, o surgimento de Leona (Samya Pascotto), uma jovem competidora, faz com que mude seus planos.

Superação – O Milagre da Fé | EUA | Drama

John Smith, um menino de 14 anos, passeava com a família em uma manhã de inverno no Lago St Louis, no Missouri, quando, acidentalmente, sofreu uma queda e se afogou. Chegando ao hospital, John foi considerado morto por mais de 60 minutos até que sua mãe, Joyce Smith, juntou todas as suas forças e pediu a Deus para que seu filho sobrevivesse. Sua prece poderosa foi responsável por um milagre inédito.

After | EUA |

Tessa Young (Josephine Langford) é uma jovem de 18 anos que acaba de ingressar na faculdade. De roupas recatadas e bastante ingênua, ela é apresentada ao mundo das festas através de sua colega de quarto, Steph (Khadijha Red Thunder), bem mais liberal. Logo conhece Hardin (Hero Fiennes Tiffin), um jovem rebelde que renega o amor, apesar de ter lido os principais romances sobre o tema. Aos poucos os dois se aproximam, iniciando uma ardente paixão.

Suspíria – A Dança do Medo | EUA | Terror

Susie Bannion (Dakota Johnson), uma jovem bailarina americana, vai para a prestigiada Markos Tanz Company, em Berlim. Ela chega assim que Patricia (Chloë Grace Moretz) desaparece misteriosamente. Tendo um progresso extraordinário, com a orientação de Madame Blanc (Tilda Swinton), Susie acaba fazendo amizade com outra dançarina, Sara (Mia Goth), que compartilha com ela todas suas suspeitas obscuras e ameaçadoras.

Border | Suécia, Dinamarca | Fantasia

Tina (Eva Melander) é uma policial que trabalha no aeroporto fiscalizando bagagens e passageiros. Depois de ser atingida por um raio na infância, ela desenvolveu uma espécie de sexto sentido, fazendo com que seja capaz de “ler as pessoas” apenas pelo o olhar. Isso sempre representou uma vantagem na sua profissão, mas tudo muda quando ela identifica um criminoso em potencial e não consegue achar provas para justificar sua intuição. Após o episódio, ela passa a questionar seu dom, ao mesmo tempo em que fica obcecada em descobrir qual o verdadeiro segredo de Vore (Eero Milonoff), seu único suspeito não legitimado.

Em Trânsito | Alemanha, França | Drama

Quando Georg (Franz Rogowski) tenta fugir da França após a invasão nazista, ele rouba os manuscritos de um autor falecido e assume sua identidade. Preso em Marseille, acaba conhecendo Marie (Paula Beer), que está desesperada para encontrar seu marido desaparecido – o mesmo que ele está fingindo ser. Para complicar ainda mais, ele começa a se apaixonar por ela.

Ayka | Rússia, Cazaquistão | Drama

Ayka (Samal Yeslyamova) é uma jovem de origem cazaque, que vive ilegalmente em Moscou. Ela dá à luz num hospital local, mas abandona o seu filho por medo de ser descoberta e deportada. Logo depois, ela enfrenta as complicações pós-parto, a fome, a solidão, a falta de emprego e a perseguição da máfia local, a quem deve dinheiro. Um dia, os mafiosos exigem que Ayka volte ao hospital, recupere o bebê e entregue a eles.

Los Silencios | Colômbia, Brasil, França | Drama

Amparo (Marleyda Soto) é mãe de dois filhos pequenos e está fugindo dos conflitos armados da Colômbia. Na tríplice fronteira do país com o Peru e o Brasil, ela e os meninos se abrigam em uma pequena ilha com casas de palafita no Rio Amazonas. No local, eles encontram o pai (Enrique Diaz), que supostamente estava morto.

Meditation Park | Canadá | Drama

Maria (Pei-Pei Cheng) e Bing (Tzi Ma) são um casal que imigraram de Hong Kong para o Canadá 40 anos atrás. Uma mãe, esposa e dona de casa dedicada sua vida toda, Maria se vê obrigada a procurar por independência quando sua realidade é balançada por encontrar roupas íntimas de outra mulher no bolso de seu marido.

Primeiro Ano | França | Drama

Benjamin (William Lebghil) acaba de se formar no ensino médio e está começando seu primeiro ano da faculdade de medicina. Já Antoine (Vincent Lacoste) está começando o primeiro ano pela terceira vez. Quando os dois se conhecem, uma amizade logo se forma e os dois se unem para enfrentar noites mal dormidas, um ambiente extremamente competitivo e a pressão das expectativas para seu futuro.

Horácio | Brasil | Comédia

Durante um único dia, diversas figuras marginalizadas se cruzam pela cidade de São Paulo: um jogador sem talento, uma prostituta sem sorte, um capanga encontrando seu amor, um chefe autoritário, a filha dele, um agiota… Entre essas pessoas, um contrabandista de 80 anos de idade (Zé Celso) entra em desespero ao descobrir que o capanga por quem está apaixonado não o ama.