Minissérie baseada em crime chocante de estupro coletivo na Índia ganha trailer legendado


A Netflix divulgou o trailer legendado da minissérie “Crimes em Déli” (Delhi Crime), baseada no caso real de estupro coletivo que abalou a Índia e ganhou repercussão mundial em 2012. A prévia recria a investigação criminal do ataque da jovem estudante de Medicina que foi estuprada e torturada num ônibus por seis pessoas, incluindo um menor e o motorista, a partir do ponto de vista da policial encarregada do caso (vivida pela atriz Shefali Shah, de “Um Casamento à Indiana”).

Enquanto detalhes gráficos são evitados, a prévia deixa clara a violência do ataque, que culminou na morte da vítima após entrada no hospital. A barbárie chocante revoltou a população local e gerou manifestações ferozes de protestos contra a perpetuação da cultura do estupro na Índia. Cenas da reação popular também aparecem no vídeo.

O cineasta canadense Richie Mehta (“Amal”) pesquisou durante seis anos os arquivos da polícia de Deli para reconstituir detalhes do caso de Nirbhaya, que não é o nome real da vítima, mantido em sigilo, mas como ela ficou conhecida na mídia. A palavra significa “destemida”.

A história de Nirbhaya já foi abordada num documentário de 2015 da BBC, “India’s Daughter”, e inspirou o filme de 2016 “Anatomy of Violence”, da diretora Deepa Mehta, que por coincidência também vive no Canadá como o criador de “Crimes em Déli”.


Apesar da resolução do crime – todos foram presos e condenados – e de avanços significativos na legislação indiana sobre crimes sexuais, nos anos seguintes novos casos de estupros coletivos ganharam manchetes internacionais, envolvendo jovens e até uma freira de 71 anos.

A estreia na plataforma de streaming está programada para 22 de março.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings