CBS renova as séries F.B.I., The Neighborhood e o remake de Magnum


A rede americana CBS anunciou a renovação de três de suas séries novatas de 2018. Os dramas procedimentais “FBI” e “Magnum P.I.” e a comédia “The Neighborhood” terão 2ª temporada.

Em comunicado à imprensa, a presidente da CBS Entertainment, Kelly Kahl, declarou: “Cada uma dessas séries deixou sua marca de várias maneiras. Nossos objetivos nesta temporada era apresentar novas séries que cativassem o público, fortalecessem nossa grade e criassem uma programação mais diversificada”.

Das três, “FBI”, criação do veterano produtor Dick Wolf (“Law & Order”) estrelada por Missy Peregrym (“Van Helsing”), tem a maior audiência, consolidada com 9 milhões de telespectadores em sua 1ª temporada. Já o remake de “Magnum” e a comédia estrelada por Cedric the Entertainer, Max Greenfield e Beth Behrs convivem na casa dos 6 milhões de telespectadores.

Apesar dessa diferença de público, as três tem audiência similar na demo (a faixa demográfica de adultos entre 18 e 49 anos, mais relevante para os anunciantes). E é baixíssima, girando entre 1,1 e 0,9 ponto. Cada ponto equivale a 1,3 milhão de adultos na medição da consultoria Nielsen.



A baixa qualificação na demo não é exclusiva dessas três produções, mas reflexo da programação inteira da CBS, lotada de séries policiais que agradam a um público cada vez mais velho. Em algum momento, o canal será forçado a considerar o que é mais importante, grande público ou público qualificado. Para os anunciantes, a resposta é simples.

Ao anunciar as primeiras renovações, a CBS sinaliza problemas para outras produções que estrearam na última fall season, como “Happy Together”, “God Friended Me” e o revival de “Murphy Brown”.

Destas, apenas “God Friended Me” teve grande público, 9 milhões de telespectadores e 0,9 ponto na demo.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings