Minissérie baseada no best-seller A Amiga Genial vira série com renovação para a 2ª temporada



A HBO transformou a minissérie baseada no best-seller “A Amiga Genial” (My Brilliant Friend) numa série anual, ao anunciar sua renovação para a 2ª temporada.

A produção adaptou o romance original completo em sua – agora – 1ª temporada. Mas há mais três livros de Elena Ferrane.

Assim, a 2ª temporada vai adaptar “História do Novo Sobrenome”, o segundo volume da tetralogia, conhecida como o Quarteto Napolitano.

Ferrante ainda assinou “História de Quem Foge e de Quem Fica” e “História da Menina Perdida”, que finalizam a história da amizade de longa data entre as italianas Elena e Rafaella (ou Lenù e Lila, seus apelidos).



No Brasil, a série estreou no dia 25 de novembro e vem exibindo novos episódios todos os domingos e segundas-feiras. São oito capítulos na 1ª temporada, todos rodados na Itália, falados em italiano e dirigidos pelo cineasta Saverio Costanzo (“A Solidão dos Números Primos”).

Realizada em parceria com a rede pública italiana RAI e a produtora Wildside (também responsável por “The Young Pope”), a minissérie é uma superprodução que recria a região de Nápoles do pós-guerra. Para se ter ideia, o cenário das gravações chegou a ter quase 2 quilômetros quadrados, incluindo 14 prédios, cinco interiores de apartamentos, uma igreja e um túnel. Já o figurino inclui 1,5 mil peças de roupa, a maioria delas criadas especialmente para a atração.

A própria autora da tetralogia, Ferrante, está envolvida na produção e é creditada como corroteirista nos episódios. Mas é notório que o nome da escritora é um pseudônimo. Sua verdadeira identidade nunca foi revelada ao público. Após conduzir uma longa investigação, o jornalista italiano Claudio Gatti afirma ter descoberto que a autora é na realidade uma tradutora romana sexagenária, Anita Raja.

A adaptação de “História do Novo Sobrenome” deve ir ao ar ainda em 2019.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings